Ferramenta de Busca
Capa | Modelos de Petições | Modelos de Contratos | Doutrinas | Jurisprudências | Sentenças | Dicionários | Loja Virtual
Escala De 12x36 – Hora Noturna Reduzida – Não Observância – Horas
Jurisprudência - Direito do Trabalho


ESCALA DE 12X36 – HORA NOTURNA REDUZIDA – NÃO OBSERVÂNCIA – HORAS EXTRAS – COM EFEITO, O ART. 73, § 1º, DA CLT, PREVÊ A REDUÇÃO DA HORA NOTURNA PARA 52 MINUTOS E 30 SEGUNDOS – A jornada noturna é reduzida considerando as condições prejudicais à saúde do empregado, porquanto idêntico ao serviço diurno despendesse mais esforço e energia. Desta forma, inobstante a previsão em convenção coletiva da execução de jornada de 12x36, esta não impede a aplicabilidade da hora noturna reduzida na forma da lei, vez que nada excepcionou no particular. Assim, trabalhando o reclamante das 19h a 07 horas, efetuava jornada de 13 horas diárias, fazendo jus, portanto, a 01 hora extra diária, vez que das 22h às 05h extrai-se o total de 08 horas. (TRT 19ª R. – RO 01210.2000.004.19.00.5 – Rel. Juiz José Abílio – J. 08.01.2002)



NORMA COLETIVA (EM GERAL) EXTENSÃO 1 – AÇÃO DE CUMPRIMENTO – EXTENSÃO – CATEGORIA X FILIADOS – COMPREENSÃO – A ação de cumprimento de cláusula convencional deve ser entendida na conformidade do comando que emerge do inciso III do art. 8º da Constituição. Se o sindicato defende direitos individuais da categoria como um todo, significa que em questão judicial sua representação não se restringe aos associados. 2. Devido processo legal. Inteligência. O processo constitui apenas a instrumentalização que se dá às partes para conduzirem suas razões até que se dê a justa prestação jurisdicional. O devido processo legal assegura o contraditório e o amplo direito de defesa (CF, art. 5º, LV), não comportando armadilhas capazes de por si só inviabilizar a reparação do direito lesado ou de sua desqualificação diante da defesa produzida. 3. Exibição de documentos. Propriedade. A exibição de documentos pode ser requerida como medida preparatória da ação a ser ajuizada (CPC, art. 844, II) e, por conseguinte, também, introdutoriamente na própria ação (CPC, art. 358, I). Revela-se, pois, despropositado exigir do autor que assim aparelha a ação, provar aquilo que é da ciência da parte contrária e que se vincula aos documentos cuja exibição requereu. (TRT 2ª R. – RO 20010025680 – (20020075965) – 8ª T. – Rel. Juiz Jose Carlos da Silva Arouca – DOESP 05.03.2002)



EXECUÇÃO – DETERMINAÇÃO DE REALIZAÇÃO DE NOVO LEILÃO, NA HIPÓTESE DE TER HAVIDO LICITANTES NA PRIMEIRA HASTA PÚBLICA – INVIABILIDADE, MORMENTE QUANDO O LANCE OFERECIDO NÃO PODE SER CONSIDERADO VIL, OCORRENDO O DEPÓSITO REGULAR E OPORTUNO DA QUANTIA OFERTADA PELO ARREMATANTE, TENDO O CREDOR EXEQÜENTE, POR SEU TURNO, MANIFESTADO O SEU INTERESSE EM ADJUDICAR O BEM – No Processo do Trabalho, a arrematação dar-se-á pelo valor da maior oferta, já na primeira praça a se realizar, ressalvada a hipótese de lance vil, donde se conclui que a determinação de realização de segundo leilão só tem guarida no caso de não haver licitantes em primeira praça, nem requerimento de adjudicação dos bens pelo credor, ou, ainda, se, por qualquer outro motivo, aquele ato processual vier a se frustrar posteriormente, diante de qualquer das circunstâncias expressamente previstas no parágrafo único do art. 694 do CPC, subsidiariamente aplicável ao Processo do Trabalho por força do que estatui o art. 769 da CLT. Não sendo considerado vil o lance oferecido pelo terceiro arrematante, tendo este último procedido ao depósito regular e oportuno da quantia ofertada, não procede a determinação de realização de segundo leilão, impondo-se a análise da viabilidade de homologação da arrematação em confronto com os interesses do credor exeqüente, que manifestou a sua pretensão de adjudicar o bem penhorado. Nesta hipótese, tendo sido formulado oportunamente o requerimento de adjudicação do bem, o credor possui preferência na sua aquisição, em igualdade de condições com a melhor oferta. Inteligência do § 1º do art. 888 da CLT. (TRT 3ª R. – AP 7809/01 – (2801/01) – 2ª T. – Relª Juíza Alice Monteiro de Barros – DJMG 09.02.2002 – p. 05)



Intervalo para refeição e descanso. Intervalo não concedido e intervalo concedido parcialmente. Hora extra do período correspondente. Expressão da lei. O art. 71 da CLT dispõe que quando o intervalo não for concedido o empregador fica obrigado a pagar o período correspondente como extra (parágrafo 3o). Contrario sensu, se o intervalo for concedido, ainda que em parte, já não se pode mais falar em não concessão e sim em concessão parcial, por isso condena-se a empresa a pagar como extra sempre o período correspondente ao tempo não concedido. É o entendimento que se tira da lei e também da OJ 307 da SDI-1 do TST, quando fala em pagamento total do período correspondente. (TRT/SP - 00933200744402008 - RO - Ac. 6aT 20090446830 - Rel. Luiz Edgar Ferraz de Oliveira - DOE 19/06/2009)



AÇÃO RESCISÓRIA. ILEGITIMIDADE PASSIVA AD CAUSAM. EXTINÇÃO SEM JULGAMENTO DO MÉRITO. O Juiz prolator da decisão rescindenda, vislumbrando a formação de conluio entre as partes, deixou de homologar o acordo por elas apresentado e as condenou solidariamente a pagar uma indenização em favor da União por terem movimentado de forma fraudulenta a máquina judiciária. Conclui-se, portanto, que a pessoa escolhida para residir na polaridade passiva desta ação, no caso, aquele que figurava como Reclamante no processo original, possui interesse idêntico ao dos Autores, já que a condenação os atingiu de forma solidária. Em verdade, não há como considerar que exista lide formada entre as partes que compõem esta ação rescisória. Emerge de forma cristalina o interesse convergente das partes na procedência dos pedidos, bem assim a legitimidade da União para compor a polaridade passiva da ação como interessada na manutenção da sentença objurgada, porque credora da multa objeto da condenação. A escolha de pessoa que não possui legitimidade para integrar a polaridade passiva constitui irregularidade insanável porque configura a ausência de uma das condições da ação, consoante dispões art. 295, II, do CPC, não se havendo sequer falar em possibilitar ao interessado emendar a petição inicial, eis que a hipótese não se enquadra à previsão inserta no art. 284 do Digesto Processual. Extingue-se, pois, o processo sem julgamento do mérito, nos termos do art. 267, I, do CPC. (TRT23. AR - 00399.2007.000.23.00-8. Publicado em: 23/04/08. Tribunal Pleno. Relator: DESEMBARGADOR LUIZ ALCÂNTARA)



FATO CONSTITUTIVO DO DIREITO – ÔNUS DA PROVA – De acordo com o preconizado no artigo 818 da CLT, o fato constitutivo do direito do Autor deve ser por ele comprovado. (TRT 15ª R. – RO 14.580/00-8 – Rel. Juiz Eduardo Benedito de Oliveira Zanella – DOESP 04.03.2002)



HORAS EXTRAS – REGIME DE 40 HORAS SEMANAIS – DIVISOR 200 – Estando o trabalhador sujeito à jornada de oito horas, de segunda a sexta-feira, laborando 40 horas semanais, por força do estipulado em instrumentos coletivos, é aplicável o divisor 200 para apuração das horas extras. (TRT 12ª R. – RO-V . 5057/2001 – (02436) – Florianópolis – 3ª T. – Relª Juíza Maria de Lourdes Leiria – J. 04.03.2002)



DOENÇA PROFISSIONAL – ART. 118 DA LEI Nº 8.213/91 – AUSÊNCIA DE PERCEPÇÃO DE AUXÍLIO-DOENÇA – ESTABILIDADE PROVISÓRIA NÃO IMPLEMENTADA – Segundo o art. 118 da Lei nº 8.213/91, para implementação da estabilidade provisória por doença profissional é necessária a percepção do auxílio-doença acidentário. Demonstrado nos autos que não houve comunicação da doença profissional à Previdência Social tampouco afastamento do trabalhador aos serviços por mais de quinze dias, tem-se que não foi implementado requisito essencial para a concessão da garantia de emprego, uma vez que o reclamante não foi recebeu o benefício previdenciário apontado. (TRT 15ª R. – Proc. 14959/00 – ( – 1ª T. – Rel. Juiz Lorival Ferreira dos Santos – DOESP 08.04.2002 – p. 13)



CERCEAMENTO DE DEFESA. INOCORRÊNCIA. Tendo o d. Juiz constatado que a oitiva das testemunhas da Reclamante não teriam qualquer utilidade para o processo, ao verificar que as provas já produzidas nos autos seriam suficientes para o julgamento da demanda, nenhum óbice há no encerramento da instrução processual, pelo que não há nulidade processual a ser declarada com fundamento em cerceamento de defesa. Rejeito. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO. ACIDENTE DE TRABALHO. CULPA EXCLUSIVA DA VÍTIMA. Ainda que comprovado o acidente sofrido pela Reclamante, não ficou demonstrada a existência de nexo de causalidade entre o evento sofrido, com qualquer conduta omissiva ou comissiva da Reclamada, porquanto presente a excludente de causalidade correspondente à culpa exclusiva da vítima, o que afasta qualquer dever de reparação. Nego provimento. (TRT23. RO - 01146.2007.007.23.00-6. Publicado em: 17/04/08. 2ª Turma. Relator: DESEMBARGADORA LEILA CALVO)



Contribuição previdenciária. Reconhecimento de vínculo de emprego. A contribuição previdenciária incide sobre o período reconhecido pela sentença de vínculo de emprego. É uma sentença proferida pela Justiça do Trabalho. A regra do parágrafo único do artigo 876 da CLT pode ser entendida no sentido da lei de que trata o inciso IX do artigo 114 da Constituição, pois dirime outras controvérsias decorrentes da relação de trabalho. (TRT/SP - 00450200242102005 - AP - Ac. 8aT 20090710414 - Rel. Sergio Pinto Martins - DOE 11/09/2009)



FALÊNCIA EXECUÇÃO – PROSSEGUIMENTO DECRETAÇÃO DA FALÊNCIA DA EMPRESA EXECUTADA – COMPETENTE O JUÍZO TRABALHISTA PARA PROSSEGUIR A EXECUÇÃO – Ao indeferir o prosseguimento da execução no Juízo Trabalhista, tendo em vista a decretação da falência da empresa executada, o Magistrado fere direito líquido e certo do impetrante, uma vez que o crédito trabalhista não está sujeito a rateio de acordo com o disposto no inciso I, parágrafo 2º., do artigo 24 do Decreto-Lei nº 7661/45. Segurança que se concede. (TRT 2ª R. – Proc. 01069/2001-7 – (2002002558) – SDI – Relª Juíza Vânia Paranhos – DOESP 19.03.2002)






Jurisprudências relacionadas
Confira outras jurisprudências relacionadas
Estabilidade – Abandono De Emprego – Improcedência – Constatando-se
Estabilidade – Acidente De Trabalho – Ausência De Autorização De
Estabilidade – Acidente De Trabalho – Ausência Dos Requisitos –
Estabilidade – Acidente De Trabalho – Nulidade Da Dispensa –
Estabilidade – Aposentadoria – Cláusula Convencional – Interpretação
Estabilidade – Art. 19 Do Adct Da Carta Magna Vigente – Servidor
Estabilidade – Art. 41, § 1º Da Cf/88 – Empregado Público –
Estabilidade – Cipa – Justa Causa – Inquérito Para Apuração De Falta
Estabilidade – Conhecimento Do Empregador Ao Tempo Da Dispensa –
Estabilidade – Convencional – Alistamento Militar – Garantia
Estabilidade – Da Gestante – Concepção Durante O Aviso Prévio
Estabilidade – Dirigente Sindical – Economista – O Fato De A
Estabilidade – Dirigente Sindical – Empresa Sem Atividade – O Que Se
Estabilidade – Dirigentes Sindicais – Limitação – O Art. 522 Da Clt,
Estabilidade – Do Servidor Celetista Concursado, Após Dois Anos De
Estabilidade – Empregada Gestante – Inexistência De Comunicação Ao
Outras Jurisprudências

Modelos de Petições
Modelos diversos de nosso repertório
Alegações Finais em Memorial - Acusado do Crime de Lesões Corporais
Recurso Ordinário Trabalhista - FGTS, Hora Extra, Contrato de Trabalho
Contrarrazões de Apelação Cível - Junta de Novo Documento
Ação Declatarória Incidental de Tempo de Serviço
Medida Cautelar de Afastamento Temporário do Lar com Guarda de Menor
Ação de Separação Consensual de Corpos
Ação de Indenização por Dispensa Sem Justa Causa com Acusação Falsa
Medida Cautelar Inominada de Sustação de Protesto de Título
Medida Cautelar Inominada para Atendimento Hospitalar
Ação de Adjudicação Compulsória - Adimplemento do Comprador
Ação de Indenização por Desmoronamento do Prédio Confinante
Contestação à Ação Declaratória de Inexigibilidade de Duplicata
Contra-Razões à Recurso Ordinário do Reclamante
Pedido de Homologação de Acordo em Ação Declaratória de Nulidade
Pedido de Arbitramento de Fiança - Comerciante com Residência Fixa
Alegações Finais da Defesa - Extinção da Punibilidade pela Prescrição
Outros Modelos de Petições
Conteúdo Completo
Todo o acervo do site em seções
Modelos de petições
Modelos de contratos
Recursos de Multas
Textos doutrinários
Sentenças e acórdãos
Matérias publicadas
Expressões em latim
Dicionário jurídico
Jurisprudências
Súmulas


Central Jurídica
Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização