Ferramenta de Busca
Capa | Modelos de Petições | Modelos de Contratos | Doutrinas | Jurisprudências | Sentenças | Dicionários | Loja Virtual
Justiça Gratuita – Concessão – Limitação – O Art. 4º Da Lei 1060/50
Jurisprudência - Direito do Trabalho


JUSTIÇA GRATUITA – CONCESSÃO – LIMITAÇÃO – O art. 4º da Lei 1060/50 com a redação determinada pela Lei 7510/86, assegura a qualquer trabalhador os benefícios da Justiça Gratuita mediante a simples declaração de que o requerente encontra-se impossibilitado de demandar em juízo sem prejuízo do sustento próprio ou de sua família. Cumpridos os pressupostos legais para sua concessão, não cabe ao Magistrado limitar os benefícios quando a legislação não o faz. O próprio ordenamento estabelece, no Parágrafo 1º do art. 4º da lei citada, sanção que visa coibir abusos. (TRT 2ª R. – MS 01171/2001-5 – (2001025317) – SDI – Rel. Juiz João Carlos de Araujo – DOESP 01.02.2002)



APOSENTADORIA ESPONTÂNEA - EXTINÇÃO DO CONTRATO DE TRABALHO - NÃO OCORRÊNCIA. A aposentadoria espontânea não extingue o contrato de trabalho, se o empregado permanece prestando serviços ao empregador, mesmo em se tratando de ente público municipal. Este é o entendimento que prevaleceu no Excelso Supremo Tribunal Federal, mediante a decisão proferida em sede de Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin- 1721/DF), em que se declarou a inconstitucionalidade do parágrafo 2º do artigo 453 da CLT, cuja eficácia já havia sido liminarmente suspensa, agora derradeiramente sacramentada. Por outro lado, é perfeitamente possível a cumulação de proventos de aposentadoria pagos pelo INSS com os vencimentos pagos pelo Município, haja vista que a fonte pagadora é distinta, não constituindo o pagamento de aposentadoria pelo INSS em oneração dos cofres públicos do ente municipal, que efetivamente não é responsável pelos citados proventos de aposentadoria. Logo, a situação retratada não se enquadra, definitivamente, nas disposições dos artigos 40, 42 e 142, da CR, às quais a vedação de cumulação é dirigida, conforme parágrafo 10 do art. 37 da CR. Recurso Ordinário a que se nega provimento. (TRT 3ª região. Processo 0000365-03.2011.5.03.0053. Desembargador Paulo Mauricio. R. Pires. Data da publicação: 22/08/2011)



DO FGTS – PARCELAS NÃO RECOLHIDAS – Não merece reforma a decisão de piso que deferiu o pagamento das diferenças do FGTS. A autarquia reclamada não se desincumbiu de provar o correto recolhimento parcelas, pelo contrário, restou confessa quanto à matéria, na medida em que não impugnou de forma especificada o pedido, limitando-se a aduzir que os extratos juntados pelo reclamante estavam desatualizados. (TRT 17ª R. – RO 1887/2000 – (754/2002) – Rel. Juiz Helio Mário de Arruda – DOES 30.01.2002)



RECURSO ORDINÁRIO. PRINCÍPIO DA DIALETICIDADE. O princípio da dialeticidade que informa os recursos exige que o recorrente impugne expressamente os fundamentos da decisão atacada. Em outras palavras, deve necessariamente o recorrente atacar os fundamentos da decisão recorrida (inciso II do art. 514 do CPC) a fim de permitir ao órgão colegiado cotejar os fundamentos lançados na decisão judicial com as razões contidas no recurso e desse exame extrair a melhor solução ao caso concreto. (TRT/SP - 02162200807002008 - RS - Ac. 12aT 20090526273 - Rel. Marcelo Freire Gonçalves - DOE 31/07/2009)



AGRAVO DE PETIÇÃO EM EMBARGOS DE TERCEIRO - NÃO RECOLHIMENTO DAS CUSTAS - DESERÇÃO: "Após a edição da Lei n.º 10537, de 27 de agosto de 2002, o não recolhimento das custas arbitradas na sentença que julga embargos de terceiro incidentes na execução implica deserção do recurso interposto, ensejando o não conhecimento. Inteligência da Orientação Jurisprudencial n.º 53, da C. SBDI-1, do C. TST (Transitória)". Agravo de petição em embargos de terceiro não conhecido, por deserto. (TRT/SP - 01881200731102008 - AP - Ac. 11ªT 20090948976 - Rel. DORA VAZ TREVIÑO - DOE 17/11/2009)



Rescisão indireta não demonstrada. Se o trabalhador não fez prova de falta grave patronal, não há de se falar em declaração de rescisão indireta e despedida pelo patrão, mormente se o obreiro confessa que deixou de trabalhar por livre vontade. (TRT/SP - 02334200501902004 - RE - Ac. 3aT 20090558485 - Rel. Silvia Regina Pondé Galvão Devonald - DOE 14/08/2009)



UNIÃO (FAZENDA NACIONAL - INSS). RECURSO ORDINÁRIO INTERPOSTO CONTRA DECISÃO HOMOLOGATÓRIA DE ACORDO QUE CONSIDEROU SEREM DE NATUREZA INDENIZATÓRIA AS VERBAS OBJETO DA AVENÇA INCLUINDO A PARCELA DO ACORDO DISCRIMINADA COMO INDENIZAÇÃO DE VALE-TRANSPORTE. Não há falar-se em incidência de contribuições previdenciárias sobre a parcela paga a título de indenização de vale-transporte. E isso porque o transporte destinado ao deslocamento para o trabalho e retorno não tem natureza salarial,nos termos do que dispõe o artigo 458, parágrafo 2.o, inciso III, da Consolidação das Leis do Trabalho, não havendo nenhuma proibição na Lei n.o 7.418/85 de pagamento do vale-transporte em dinheiro pelo empregador, sendo ilegal a vedação constante do artigo 5.o do Decreto n.o 95.247/87, uma vez que regulamenta o que não está previsto na lei. Recurso a que se nega provimento. (TRT/SP - 01314200644102000 - RO - Ac. 12aT 20090694095 - Rel. Vania Paranhos - DOE 18/09/2009)



JUSTA CAUSA – ABANDONO DE EMPREGO – CARACTERIZAÇÃO EM PRAZO INFERIOR A 30 (TRINTA) DIAS – As provas acostadas configuraram-se suficientemente hábeis para caracterizar o abandono do emprego, antes de decorridos 30 (trinta) dias, não podendo a presunção de dispensa imotivada sobrepor-se a fatos incontestes. (TRT 15ª R. – Proc. 15504/00 – (10476/02) – 1ª T – Rel. Juiz Antônio Miguel Pereira – DOESP 18.03.2002 – p. 44)



HORAS EXTRAS – A impugnação aos registros de ponto exige prova robusta para a sua desconstituição, ainda mais se se considerar que essa espécie documental é a prova por excelência da jornada laborada, razão pela qual sua credibilidade não pode ser afetada por elementos imprecisos. (TRT 12ª R. – RO-V 5621/2001 – 1ª T. – (00852/2002) – Redª p/o Ac. Juíza Sandra Márcia Wambier – J. 08.01.2002)



UÍZO DE ADMISSIBILIDADE NEGATIVO. IRREGULARIDADE DE REPRESENTAÇÃO. Não se conhece do recurso, quando a petição recursal encontra-se subscrita por advogada que não possui instrumento de mandato válido nos autos. No caso em tela, a procuração outorgada à subscritora do agravo de petição foi apresentada aos autos em fotocópia sem autenticação, logo, impõe-se reconhecer a irregularidade de representação, no particular, sob pena de se fazer tábula rasa ao comando contido no art. 830 da CLT. (TRT23. AP - 00486.2005.071.23.00-0. Publicado em: 18/04/08. 1ª Turma. Relator: DESEMBARGADOR TARCÍSIO VALENTE)



DOENÇA DO TRABALHO. DIMINUIÇÃO DA CAPACIDADE AUDITIVA. NEXO CAUSAL. CULPA. As provas carreadas aos autos demonstram que o Reclamante estava submetido a ruídos excessivos, por tempo superior ao permitido pela legislação, e a diminuição auditiva foi causada por trauma sonoro, fazendo-se presente, assim, o nexo causal e a culpa da Reclamada. Nego Provimento. DANO MORAL. PROVA. É dispensável a produção de prova da repercussão do acidente de trabalho no patrimônio moral do trabalhador, pois tal dano decorre da própria ofensa, de forma que provada a doença do trabalho, está configurado o dano moral. Contudo, o laudo pericial concluiu que a perda auditiva sofrida pelo Autor não impede sua comunicação normal com interlocutores, afetando apenas as freqüências altas. Recurso a que se da parcial provimento para reduzir o valor da indenização para R$ 30.000,00 (trinta mil reais). DANO MATERIAL. PENSÃO MENSÃO. PERCENTUAL DA CAPACIDADE LABORATIVA. PAGAMENTO MÊS A MÊS. Se o Reclamante teve sua capacidade laborativa diminuída, a ponto de não poder exercer a profissão praticada na Reclamada ao longo de 26 anos, faz jus a indenização prevista no art. 1.539 do Código Civil de 1916. Contudo, se não está totalmente incapaz para o trabalho a pensão mensal deve ser fixada proporcionalmente a redução da capacidade laborativa. Além do que a Reclamada é empresa com notória capacidade econômica e capital sólido, não justificando o pagamento em parcela única, tampouco a constituição de capital, razão pela qual substituo este pela inclusão do beneficiário em folha de pagamento, nos termos do art. 475-Q, § 2º do CPC. Recurso a que se dá parcial provimento para reduzir a pensão mensal do Reclamante para 50% do valor de seu salário. INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS. PENSÃO MENSAL. TEMPO FINAL DO PAGAMENTO DA PENSÃO. De acordo com o princípio da reparação integral, a vítima deve receber a pensão mensal enquanto viver, pois se 'não fosse o acidente, poderia trabalhar e auferir rendimentos enquanto viva estivesse,' (Oliveira, Sebastião Gerado de. ob. cit. p. 250). Dessa forma, a pensão mensal deferida deverá ser paga ao Reclamante enquanto este viver e não limitada a 70 anos como registrado na r. sentença de origem. Dou provimento. (TRT23. RO - 01301.2006.007.23.00-3. Publicado em: 19/06/08. 2ª Turma. Relator: DESEMBARGADORA LEILA CALVO)






Jurisprudências relacionadas
Confira outras jurisprudências relacionadas
Justiça Gratuita – Declaração De Impossibilidade De Arcar Com As
Justiça Gratuita – Deferimento – Havendo Declaração De
Justiça Gratuita – Honorários Periciais – A Assistência Judiciária
Justiça Gratuita – Honorários Periciais – Os Beneficiários Da
Justiça Gratuita – Isenção – Efetuada, Pelo Reclamante, A Declaração
Justiça Gratuita – Pessoas Jurídicas – O Benefício Da Assistência
Justiça Gratuita – Procedência Parcial Da Ação – Pedido Prejudicado –
Justiça Gratuita – Reclamada – É Inacolhível A Pretensão Da Pessoa
Justiça Gratuita – Requisitos – Inexistindo Nos Autos Declaração De
Lapso Laboral – Fato Constitutivo – Ônus Da Prova – Tendo O Autor Se
Laudo Pericial – Não Havendo Elementos Nos Autos Que Infirmem A
Lavoura Canavieira – Contrato Por Prazo Determinado – Invalidade –
Legitimidade – A Legitimidade Das Partes Verifica-se No Âmbito
Legitimidade Ad Causam – Delimitador – Titularidade Da Relação
Legitimidade Ativa Do Sindicato – Previsão Constitucional –
Legitimidade De Parte – É Legitima Para Figurar No Polo Passivo De
Outras Jurisprudências

Modelos de Petições
Modelos diversos de nosso repertório
Ação de Alimentos Contra Ex-marido com Situação Financeira Estável
Ação de Separação Consensual
Contestação à Reclamatória Trabalhista - Vendedor
Ação de Oferecimento de Alimentos
Ação Revisional de Alimentos
Contestação à Busca e Apreensão de Bem Alienado Fiduciariamente
Ação Negatória de Paternidade
Liquidação de Sentença por Artigos
Ação de Adoção Plena
Embargos de Declaração por Obscuridade e Omissão da Decisão
Contestação à Medida Cautelar Inominada
Ação Trabalhista - Turnos Ininterruptos de Revezamento e Horas Extras
Impugnação à Contestação em Ação de Cobrança de Condomínio
Contestação à Ação Cominatória para Transferência de Veículo
Contestação Trabalhista - Prescrição Qüinqüenal e Cargo de Confiança
Contestação à Ação de Indenização por Danos Morais
Outros Modelos de Petições
Conteúdo Completo
Todo o acervo do site em seções
Modelos de petições
Modelos de contratos
Recursos de Multas
Textos doutrinários
Sentenças e acórdãos
Matérias publicadas
Expressões em latim
Dicionário jurídico
Jurisprudências
Súmulas


Central Jurídica
Todos os direitos reservados
Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização