Diciona

Competência Material Para Apreciar Pedido De Cobrança De

Jurisprudência - Direito do Trabalho

COMPETÊNCIA MATERIAL PARA APRECIAR PEDIDO DE COBRANÇA DE HONORÁRIOS MÉDICOS. JUSTIÇA DO TRABALHO. EMENDA CONSTITUCIONAL N. 45/2004. A competência da Justiça do Trabalho para instruir e julgar ação de cobrança de honorários médicos é indiscutível, em face da nova redação conferida pela Emenda Constitucional n. 45 ao inciso I do art. 114 da Constituição, ao dispor que 'compete à Justiça do Trabalho processar e julgar: I - as ações oriundas da relação de trabalho, abrangidos os entes de direito público externo e da administração pública direta e indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios;'. Neste sentido, firma-se a competência da Justiça do Trabalho para apreciar os litígios que versem sobre as relações de trabalho em sentido lato, inclusive, as relações regidas pela legislação civil, decorrentes de prestação de serviços por profissionais liberais, como o médico. (TRT23. RO - 01165.2007.005.23.00-0. Publicado em: 18/04/08. 1ª Turma. Relator: DESEMBARGADOR TARCÍSIO VALENTE)

REMUNERAÇÃO - VERBAS COM NATUREZA INDENIZATÓRIA - NÃO INTEGRAÇÃO - Consoante se infere das normas coletivas coligidas aos autos, a reposição de despesas com refeição, abastecimento, aluguel, desgaste e demais despesas com a moto têm natureza eminentemente indenizatória, docs. 104 e seguintes da defesa - cláusula primeira, parágrafo 1o - por se tratar de ferramenta de trabalho, motivo pelo qual tais valores não integram a remuneração do empregado. (TRT/SP - 01650200646602000 - RO - Ac. 2aT 20090611203 - Rel. Odette Silveira Moraes - DOE 01/09/2009)

AGRAVO DE PETIÇÃO. EMBARGOS DE TERCEIROS. INÉPCIA DA INICIAL. Se o autor, devidamente intimado, deixa transcorrer in albis o prazo de dez dias para sanar o vício da inicial no tocante ao litisconsórcio necessário (Súmula 263 do TST), impõe a extinção da ação sem resolução de mérito por inépcia da inicial, nos termos do art. 267, I do CPC. Agravo de Petição ao qual se nega provimento. (TRT23. AP - 00174.2007.056.23.00-6. Publicado em: 10/04/08. 2ª Turma. Relator: DESEMBARGADOR LUIZ ALCÂNTARA)

ENTE DE DIREITO – AUSÊNCIA DE NULIDADE – CONTRATAÇÃO EFETIVADA ANTES DA PROMULGAÇÃO E VIGÊNCIA DA CARTA POLÍTICA DE 1988 – CONTRATO DE TRABALHO VÁLIDO – DESNECESSIDADE DE CONCURSO PÚBLICO – As contratações efetivadas pelos entes de direito anteriormente à vigência da Carta Política de 1988, não se revestem da característica de nulidade por ausência de concurso público, motivo pelo qual os contratos devem ser observados como perfeitamente válidos, devendo-se pagar os consectários legais. (TRT 14ª R. – REXOFF-RO/0813/01 – (0207/02) – Relª Juíza Rosa Maria Nascimento Silva – DJRO 04.04.2002)

DOBRA SALARIAL – Aplicabilidade somente às parcelas de natureza salarial a dobra salarial prevista no art. 467, da CLT, aplica-se somente às parcelas de natureza salarial strictu sensu. (TRT 14ª R. – RO 0847/01 – (0055/02) – Rel. Juiz Pedro Pereira de Oliveira – DJRO 04.02.2002)

EMBARGOS DECLARATÓRIOS – EXISTÊNCIA DE CONTRADIÇÃO – PROVIMENTO – Existindo contradição no acórdão embargado, é de ser dado provimento aos embargos declaratórios para esclarecer o ponto sobre o qual não se pronunciou de forma clara o Tribunal. (TRT 20ª R. – EDcl 2588/01 – (426/02) – Rel. Juiz Carlos de Menezes Faro Filho – J. 19.02.2002)

EQUIPARAÇÃO SALARIAL. PETROBRÁS. PLANO DE CARREIRA. O plano de carreira insere-se no âmbito do poder diretivo do empregador, o qual deve observar as normas trabalhistas. A CLT prevê dois critérios obrigatórios para a validade do quadro de carreira, quais sejam, a antiguidade e merecimento (art. 461, parágrafo 2º da CLT) e promoção alternada considerando-se estes critérios (art.461, parágrafo 3º da CLT). O plano de carreira da Petrobrás, não obstante seja convalidado pelo sindicato, não preenche estes critérios legais, não constituindo óbice à equiparação salarial. (TRT/SP - 00271200425202001 - RO - Ac. 4ªT 20090764824 - Rel. Ivani Contini Bramante - DOE 25/09/2009)







Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato