Diciona

Empresários do setor de soja defendem o cumprimento de contratos

Julgados - Direito Civil - Terça-feira, 2 de Agosto de 2005

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Edson Vidigal, recebeu em audiência nesta terça-feira, 2, empresários do setor de soja. Do presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) e da Associação Brasileira de Agribusiness (Abag), Carlo Lovatelli, o ministro Vidigal recebeu manifestação de apoio à posição de defesa do cumprimento dos contratos. Em contrapartida, o presidente do STJ ressaltou que esse segmento é importante para a economia do País.

Lovatelli fez uma exposição sobre a participação da soja na balança comercial brasileira. A safra em 2005 teve problemas em função de problemas climáticos. Mesmo assim, conforme destacou o ministro Vidigal na reunião, faz-se necessário o melhor aproveitamento da soja e de seus subprodutos na alimentação no mercado interno. Uma das idéias defendidas pelo presidente do STJ é o consumo desse grão como merenda escolar.

´Somos exportadores de soja. Mas, aqui no Brasil, a população recebe pouco incentivo a consumir, por exemplo, leite de soja ou a carne`, afirmou o ministro após a reunião.

Na ocasião, o ministro apresentou proposta de criação de ´centrais de proteínas` em regiões mais carentes. O objetivo é a criação de peixes em cativeiro, com baixo custo de investimento. Esses peixes seriam comercializados em cooperativas, o que significaria ao consumidor pagar menos pelo quilo do produto.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato