Diciona

Proibido uso de Lidocaína em forma líquida e spray sem dosador

Notícias - Direito Médico - Quinta-feira, 8 de Setembtro de 2005

A Anvisa determinou a proibição do uso, em todo o país, do medicamento Lidocaína, nas formas líquidas (solução oral) para uso interno e na forma spray, que não disponha de aplicador que garanta a exatidão da dose aplicada. Essas formas de apresentação do produto não garantem a segurança aos usuários.

Qualquer erro na dosagem pode resultar em altas concentrações da substância no organismo do paciente, levando a reações adversas graves e até mesmo à morte. A decisão da Agência se deve aos riscos da rápida absorção da Lidocaína.

A medida foi tomada depois que três pacientes morreram e 12 apresentaram efeitos adversos após uso do medicamento, no hospital do município de Itagiba, no sul da Bahia. O medicamento é um anestésico utilizado em exames de endoscopia digestiva para diminuir o desconforto e os reflexos do esôfago.

Qualquer relato de reações adversas por uso desses medicamentos deve ser notificado Agência, pelo site www.anvisa.gov.br, no link Eventos Adversos.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato