Diciona

Deputado critica penas brandas na área do esporte

Notícias - Direito Penal - Quinta-feira, 24 de Novembro de 2005

O deputado Silvio Torres (PSDB-SP), integrante da Comissão de Turismo e Desporto, criticou a legislação penal brasileira aplicada ao esporte. Durante audiência pública que discutiu alternativas de combate à violência nos estádios, Torres citou o tratamento penal recebido pelo ex-ábritro Edilson Pereira de Carvalho, que confessou manipular resultados de partidas de futebol para beneficiar apostadores, como exemplo das falhas na legislação. "No máximo, ele será obrigado a doar algumas cestas básicas", declarou o deputado.

Torres comparou o caso ao do árbitro alemão Robert Hoyzer, condenado a um ano de prisão por ter cometido as mesmas fraudes que o brasileiro. O parlamentar paulista considera que, na realidade, Carvalho tem sido "premiado" em razão dos seus crimes. "O ex-árbitro está cobrando cachê para participar de programas na TV", disse.

O coordenador da Comissão Paz no Esporte do Ministério do Esporte, Marco Aurélio Klein, que também participou da audiência, afirmou ao final dos debates que considera ser possível combater a violência nos estádios mesmo que bebidas alcoólicas sejam vendidas no intervalo das partidas. "É possível a convivência entre cerveja e futebol, assim como convivem o cinema e a pipoca", declarou.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato