Diciona

Escolas podem ser obrigadas a incluir suco de uva na merenda

Notícias - Diversos - Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2005

Está em tramitação na Câmara o Projeto de Lei 6068/05, de autoria do deputado Wilson Cignachi (PMDB-RS), que obriga todas as escolas públicas do País a usar o suco de uva na merenda. O parlamentar enfatiza que suco de uva é considerado um alimento nutritivo, capaz de reduzir os riscos de doenças cardíacas.

De acordo com o projeto, a exigência vale principalmente para os estados produtores de uva, como os da região Sul.

O presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Viticultura, Hermes Zaneti, já propôs aos ministérios da Agricultura e da Educação o uso de suco de uva na merenda escolar. Segundo Zaneti, a entidade fez um estudo que mostra a qualidade do suco de uva para a saúde. "Em vez de beber refrigerante, a criança deve ter o hábito de beber sucos naturais", defende ele.

O estudo da Câmara Setorial mostra que a cultura da videira ocupa 65 mil hectares em diferentes regiões do País, sendo 37 mil hectares no Rio Grande do Sul. A produção nacional de uvas atinge cerca de 1,12 milhão de toneladas por ano. São mais de 390 milhões os litros de vinho, suco destilado e outros derivados produzidos anualmente.

O PL 6068 tramita em conjunto com o PL 2964/92, do Senado Federal, que está pronto para ser analisado no plenário. O texto do Senado estabelece diretrizes para a composição da merenda escolar, adaptando os alimentos à culinária de cada região.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato