Vale-transporte pode vir a ser pago em dinheiro

Notícias - Direito do Trabalho - Quinta-feira, 5 de janeiro de 2006

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 6087/05, do deputado Alexandre Cardoso (PSB-RJ), que faculta o pagamento do vale-transporte em espécie. A proposta altera a lei que institui o vale-transporte (7419/85).

Cardoso argumenta que a venda ilegal de vales gerou um comércio paralelo que traz prejuízo ao trabalhador, em razão de o valor de venda ser sempre inferior ao custo do tíquete. Se o benefício for pago em espécie, o deputado entende que o empregado poderá "organizar melhor" a forma de se dirigir ao trabalho, criando inclusive grupo de transporte solidário com colegas.

Cardoso afirma ainda que sua proposta não trará prejuízos ao empregador. O benefício pago em espécie, a exemplo do tíquete, não terá natureza salarial, não será incorpordo à remuneração, não constituirá base de incidência do FGTS nem da Previdência Social e não configurará rendimento tributável do trabalhador.

Segundo a lei atual, o trabalhador pode comprometer até 6% do seu salário básico com deslocamento para o trabalho. A quantia que exceder esse percentual deverá ser coberta pelo empregador, por meio da concessão de vales emitidos pelas empresas de transporte.

O projeto foi apensado ao PL 617/03, do deputado Murilo Zauith (PFL-MS), que trata do mesmo assunto. As propostas serão analisadas pelas comissões de Viação e Transportes; Trabalho, Administração e Serviço Público; e Constituição e Justiça e Cidadania.

Matérias relacionadas

Doença incapacitante pode dar direito a saque do FGTS

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6086/05, do deputado João Batista (PP-SP), que autoriza os portadores de doenças incapacitantes e seus...

Mudam as regras para cópias reprográficas de processos do STJ

Para evitar diversos problemas com o andamento de processos, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) alterou as regras para obtenção de cópias...

Projeto determina adição de álcool ao óleo diesel

A adição de álcool etílico carburante ao óleo diesel, em percentual de até 15%, poderá tornar-se obrigatória. É o que determina o Projeto de...

Taxa de renovação da CNH para idosos pode ser reduzida

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 6115/05, da deputada Telma de Oliveira (PSDB-MT), que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9503/97) para...

Câmara pode votar mudança na tramitação de Medidas Provisórias

No período de autoconvocação da Câmara, os deputados deverão analisar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 491/05, do deputado...

Tamanho das cédulas poderá variar conforme o valor

O Projeto de Lei Complementar (PLP) 295/05, em tramitação na Câmara, determina que as cédulas e moedas brasileiras tenham tamanhos diferentes...

Aplicação financeira de servidor pode ser limitada

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6114/05, do deputado Lincoln Portela (PL-MG), que limita a R$ 500 mil o valor para aplicação em fundos de...

Isenção de IPI na compra de veículos pode ser ampliada

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6109/05, do deputado Renato Casagrande (PSB-ES), que isenta os motoristas profissionais do Imposto sobre Produtos...

Competência para multar em estradas pode ser apenas da PRF

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6132/05, do deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE), que retira do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER)...

Contas para recebimento de salários podem ser isentas de CPMF

Tramita na Câmara a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 476/05, do deputado Almir Moura (PFL-RJ), que acaba com a incidência da CPMF sobre a...

Temas relacionados

Notícias

Direito do Trabalho

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade