Diciona

Juiz condena dupla que tentou aplicar o golpe do ´achadinho`

Julgados - Direito Penal - Terça-feira, 10 de Janeiro de 2006

O juiz Marcelo Trevisan Tambosi, lotado na Comarca de Canoinhas, em Santa Catarina, condenou Sérgio Hilário Pletsch e Rose da Silva Medeiros à prestação de serviços comunitários pelo prazo de, respectivamente, oito e sete meses, ao ritmo de sete horas semanais. Ambos foram autuados em flagrante pela prática de estelionato tentado, ocorrido em 24 de agosto de 2005, na área central daquela comarca.

Na companhia de uma adolescente, o casal tentou aplicar o golpe do "achadinho", ao oferecer recompensa a um transeunte que encontrara um cheque atirado ao chão de forma proposital por Rose. “O artifício utilizado pelos réus foi a perda de um cheque, com o oferecimento à vitima, que o tinha achado, de uma recompensa, caso aceitasse descontá-lo na instituição bancária. Para tanto, intencionavam que ela lhes antecipassem certo valor do qual pretendiam se apoderar, considerando que o cheque não poderia ser descontado”, anotou o magistrado em sua sentença.

No curso do golpe, contudo, a vítima desconfiou da situação e acionou um policial militar. Os estelionatários, ao perceberem isso, sairam em desabalada carreira pelas ruas centrais de Canoinhas, até serem presos mais adiante.

O magistrado condenou ambos a penas de reclusão, substituídas posteriormente por prestação de serviços comunitários pelo prazo original das reprimendas.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato