BB ajuiza ação no Supremo para impedir que Procon interdite agências

Notícias - Direito Constitucional - Quarta-feira, 11 de maio de 2005

Chegou ao Supremo Tribunal Federal Ação Cautelar proposta pelo Banco do Brasil S/A em que a instituição pede a garantia do funcionamento de todas as suas agências no Distrito Federal (DF).

Na ação, consta que o Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon - DF) realizou autuações em diversas agências do Banco do Brasil e as ameaçou de interdição caso o BB continuasse descumprindo a Lei Distrital 2.547/2000. A norma preconiza, entre outras garantias ao consumidor, tempo máximo para atendimento, direito à disponibilização de senha e telefone do Procon.

Os advogados do BB alegam que a lei distrital, em que se baseia o Procon, é inconstitucional pois a matéria é de competência privativa da União. Além disso, afirmam que o Procon não tem poder para regular a atividade bancária que é subordinada ao Conselho Monetário Nacional e ao Banco Central do Brasil.

O Banco alega que, a pretexto de proteger os direitos do cidadão consumidor, o Procon-DF protagoniza verdadeira invasão no relacionamento banco/cliente, violando o princípio da livre iniciativa, ao determinar a forma de como os bancos deverão atuar no desempenho de sua atividade.

O autor pede, ao final, que o Supremo conceda efeito suspensivo ao Recurso Extraordinário, que tramita na Corte, movido pela instituição contra o órgão de defesa do consumidor. O BB também quer que o STF determine ao Procon que se abstenha de praticar qualquer ato que importe o fechamento ou restrição ao normal funcionamento das agências até o julgamento final do RE.

Matérias relacionadas

Superior Tribunal de Justiça aprova três novas súmulas

A Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça aprovou três novas súmulas e alterou o enunciado da Súmula 212.

A súmula é um verbete...

Acompanhamento processual unificado permitirá seguir ações até o STJ

O acompanhamento processual unificado permitirá aos cidadãos seguir o andamento dos processos desde a primeira instância até o Superior Tribunal...

Comissão aprova obrigação de farmácias manterem genéricos

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou substitutivo da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) aos projetos de lei 3331/00, 4028/01 e...

Liminar determina que Lojas Americanas dêem folgas aos domingos

A 60ª Vara do Trabalho de São Paulo concedeu liminar na Ação de Cumprimento movida pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo, determinando...

Banco Real deverá limitar juros do Cartão Visa em 12% ao ano no RS

São nulas as cláusulas do contrato padrão de Cartão de Crédito Visa que estabelecem juros remuneratórios acima de 12% ao ano, capitalização...

Aborto de feto anencéfalo autorizado no Rio Grande do Sul

Juiz de Direito da Comarca de Tupanciretã - RS concedeu liminar autorizando interrupção de gravidez de feto anencéfalo.

O problema foi...

Estônia terá votação municipal pela internet

A partir de outubro, eleitores da Estônia poderão votar sem sair de casa. Uma lei aprovada na quinta-feira (12/05) permitirá o uso da internet nas...

Indústria processa Piratas de TV na web

A associação da indústria cinematográfica norte-americana - Motion Picture Association of America (MPAA) - informou que está processando seis...

Proposta aumenta currículo do ensino básico

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5072/05, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que obriga as escolas de ensino fundamental e médio a incluir no...

Proposta autoriza uso de arma de fogo em área rural

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado analisará o Projeto de Lei 5053/05, que permite aos moradores de áreas rurais o...

Temas relacionados

Notícias

Direito Constitucional

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade