Diciona

Telemar diz a juízes que vai cobrar ligações por minuto

Notícias - Direito do Consumidor - Terça-feira, 19 de Julho de 2005

A Telemar está preparando um novo sistema de contagem do tempo das ligações telefônicas, que hoje é feita através de pulsos. No novo sistema, que está em fase de análise, a contagem será feita em minutos e segundos e as contas passarão a vir detalhadas, mostrando o início e a duração de cada ligação.

O anúncio do novo sistema foi feito durante o VII Encontro de Juízes de Juizados Especiais e Turmas Recursais do Rio, que aconteceu nesse fim de semana (15 e 16 de julho), no Hotel Blue Tree, em Angra dos Reis.

Com isso, a Telemar pretende reduzir consideravelmente o número de ações nos Juizados Especiais Cíveis, onde lidera a lista das empresas que recebem mais reclamações. Somente em junho, entraram mais 6.172 processos nos Juizados contra ela.

A empresa, segundo o presidente do Tribunal de Justiça do Rio, Sergio Cavalieri Filho, foi a primeira a procurar o Tribunal para tentar diminuir o número de processos contra ela e foi a responsável pela criação do Expressinho, projeto do TJRJ que visa reduzir o número de ações nos Juizados Especiais Cíveis do estado.

´Para cada chamada telefônica será criado um protocolo onde constarão os dados da chamada. Assim, até mesmo pelo nosso call center o usuário poderá obter o detalhamento de sua conta telefônica`, explicou João de Deus Pinheiro de Macedo, da Diretoria de Planejamento da Telemar.

Um projeto piloto foi iniciado na segunda semana de julho em São Gonçalo e Niterói. Os moradores dessa região poderão optar por migrar para o plano alternativo ou continuar com o antigo. ´Quem optar pela migração, receberá a próxima conta detalhada`, anunciou João de Deus.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato