Modelos de Petições - Embargos de Declaração - Acórdão Omisso sobre Horas Extras

Petições - Recursos Trabalhistas - O acórdão reformou a decisão de 1º grau, reconhecendo como válidos os cartões - pontos e determinando o pagamento de horas extras, em razão de violação do acordo de compensação de horário. No entanto, o acórdão foi omisso, porque não estabeleceu a forma pela a qual deverá ser apurada a jornada extraordinária. Dessa forma, pede seja suprida a omissão, para o efeito de se determinar se os minutos residuais deverão ser ignorados ou a apuração deverá levar em consideração minuto a minuto.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ, RELATOR DO ACÓRDÃO Nº .... - .... TURMA.

...., já qualificada, por seus procurador judicial infra-assinado, inscrito na OAB/..., sob nº ...., nos autos TRT-PR-RO .../... da .... Turma, em que figura como recorrente ...., vêm, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, com fundamento nos artigos 535 a 538 do Código de Processo Civil, interpor

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO,

conforme os motivos abaixo:

O V. acórdão reformou a decisão de primeiro grau, reconhecendo como válidos os cartões ponto e determinando o pagamento de horas extras em razão de violação do acordo de compensação de horário.

Disse o aresto:

"Horas extraordinárias - cartões-ponto
Pleiteia o reclamante deferimento de horas extraordinárias aduzindo que os registros de horário não registram o real horário laborado.

... omissis ...

Os cartões-ponto registram jornada variável, labor sabatino bem como em dias destinados ao repouso. As jornadas registradas são variáveis. Logo, entendo que a prova produzida não é suficiente para descaracterizá-los.

Prevalecem, pois, os registros de horário para comprovar a jornada de trabalho desenvolvida pelo reclamante.

Acordo de compensação de jornada

Aduz o reclamante que o acordo de compensação de jornada não foi cumprido, bem como que ao firmá-lo não houve assistência sindical.

... omissis ...

Em sendo assim, considera-se destituídos de validade os acordos individuais juntado às fls. 79 e ss.

Mesmo que assim não fosse, também não pode pravelecer a argumentação da recorrente de que o labor sabatino esporádico não teria o condão de invalidar referido acordo compensatório.

Os cartões-ponto carreados aos autos mostram a existência de extrapolamento sistemático da jornada normal de trabalho, de segunda a sexta-feira e ainda, eventualmente, trabalho aos sábados, circunstâncias estas que descaracterizam o acordo firmado.

São devidas, portanto, como extras as horas excedentes da 8ª diária de segunda a sexta-feira e 4ª aos sábados, com adicional de 50%, divisor 2209, e reflexos em rsr e destes em aviso prévio, 13º salário, férias com acréscimo de 1/3 e FGTS e multa de 40%.

As horas extras comprovadamente devem ser abatidas, sob pena de enriquecimento ilícito.

Por derradeiro, não há que se cogitar em aplicação da orientação sufragada pela Súmula nº 85 do E. TST, eis que também verificado o descumprimento do acordo."

"Data venia", o aresto foi omisso, porquanto não esclareceu se a apuração da jornada extraordinária deve ser feita minuto a minuto ou devem ser considerados.

Argumente-se que tal ponto é de suma importância, porquanto os minutos que medeiam entre o registro de horário no cartão ponto e o horário de início e término do labor não podem ser considerados como jornada extraordinária, mas mera cautela para se evitar atrasos.

Por estes motivos, faz-se necessária a presente medida para que seja suprida a omissão, esclarecendo-se se os minutos residuais devem ser ignorados na apuração das horas extraordinárias ou se estas devem ser apontadas minuto a minuto.

Diante do exposto, requer-se que seja dado provimento aos embargos.

Termos em que,

Pede deferimento.

...., .... de .... de ....

..................
Advogado

Modelos Relacionados

Contraminuta de Agravo de Petição

O agravado postula em preliminar pelo não conhecimento do agravo de petição, por não ter a agravante observado o § 1º, do artigo 897 da CLT. No mérito, alega que as diferenças salarias a que tem direito são resultantes do salário/hora fixado pela empresa em contrato, conforme cálculo apresentado pelo perito.

Contra-Razões de Recurso Ordinário e Razões de Recurso Adesivo

O recorrido argumenta em contra-razões de recurso ordinário que a sentença deve ser mantida, no que se refere a condenação ao pagamento do adicional de periculosidade, à razão de 30% de seu salário, uma vez, que o laudo pericial concluiu que o recorrido laborava em área de risco e que independentemente da função e do tempo à disposição em área de risco, deve ser respeitado o percentual de 30%.

Recurso de Revista

O recorrente pede a nulidade parcial do acórdão proferido em sede de embargos de declaração, pois não houve manifestação sobre a confissão do recorrido e sobre a testemunha suspeita. No mérito, alega que por ter apresentado o recorrido testemunha suspeita e por ter sido deferida as horas extras ao recorrente somente no período em que o mesmo trabalhou com esta, deve ocorrer a reforma desse item.

Recurso Ordinário da Reclamada por Horas Extras e Reflexos

O reclamado pede a reforma da sentença de primeiro grau, que o condenou ao pagamento de horas extras e reflexos, pois estas não são devidas em virtude da atividade externa que exercia o reclamante, sem controle de cartão-ponto, e a restituição de valores referentes a entrega de mercadorias sem a devida compensação anterior de cheques.

Contra-Razões à Recurso Ordinário do Reclamante

Alegam os recorridos que tendo o reclamante ajuizado a ação trabalhista dois anos após a sua demissão, não tem direito ao reajuste salarial peliteado, uma vez que ocorreu a prescrição. Pedem pela manutenção da sentença nos aspectos abordados.

Recurso Adesivo de Apelação - Litispendência e Horas Extras

Em sede de recurso adesivo o reclamante pretende a reforma da sentença a quo, nos tópicos referentes a caracterização de litispendência, quanto ao pedido de horas extras de diárias, a integração do auxílio-alimentação ao salário e abono salarial.

Contra-Razões de Recurso de Revista - Abonos Salariais

O recorrido, em sede de recurso de revista, requer seja mantido o acórdão que condena a recorrente ao pagamento dos abonos salariais decorrentes das Leis nºs 8.178/91 e 8.238/91 e das antecipações salariais previstas na Lei nº 8.222/91.

Recurso Ordinário Trabalhista - Descontos Previdenciários e Fiscais

A reclamada pede pela reforma da decisão proferida, que acolheu em parte a pretensão do reclamante. Manifesta contrariedade a alegação de que a Justiça do Trabalho seria incompetente para apreciar e determinar os descontos previdenciários e fiscais.

Recurso Ordinário - Legitimidade do Sindicato para Representar a Categoria

Recurso ordinário interposto pela reclamada a fim de que se reconheça a legitimidade do sindicato para representar a categoria do autor. Pede pelo indeferimento dos pedidos relativos as diferenças salariais, horas extras, adicional por tempo de serviço e multas.

Recurso Ordinário - Sobre o Labor Extraordinário Há Acordo de Compensação

Recorre a reclamada da sentença por entender que a realização eventual de labor extraordinário não descaracteriza o acordo de compensação. Pede que seja declarada a incompetência da Justiça do Trabalho para determinar e efetuar descontos de ordem previdenciária e fiscal.

Temas relacionados

Petições

Recursos Trabalhistas

Outros modelos

Todos os modelos organizados por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade