Trabalhador pode ter dois dias de folga para doar órgãos e tecidos

Notícias - Direito do Trabalho - Segunda-feira, 9 de janeiro de 2006

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6127/05, do deputado João Batista (PFL-SP), que permite aos empregados ausentar-se do serviço por até dois dias a cada ano em caso de doação de tecidos, órgãos ou partes do corpo.

O autor da proposta lembra que a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) já prevê hipóteses de ausência ao serviço sem prejuízo do salário. Uma delas refere-se à doação voluntária de sangue. A CLT, contudo, não contempla outras doações, como a de medula.

O deputado ressalta que a doação de órgãos está regulamentada pela Lei 9434/97, alterada posteriormente pela Lei 10211/01. A primeira permite a qualquer pessoa juridicamente capaz dispor gratuitamente de tecidos, órgãos e partes do próprio corpo.

Segundo o deputado, a alteração pretendida pelo projeto não pretende incentivar a doação de órgãos ou tecidos. Por isso, ele acredita que não haverá aumento de doações a ponto de causar prejuízos às empresas.

"Sendo a doação um ato voluntário de extrema grandeza humana, não espera o doador ser recompensado por isso, além do bem-estar do próximo", acrescenta João Batista.

O projeto tramita em caráter conclusivo nas comissões de Seguridade Social e Família; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Acompanhante de paciente idoso e criança pode ser benefícios em hospitais

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6125/05, do deputado João Mendes de Jesus (PSB-RJ), que permite a permanência, nos hospitais públicos, de...

Seguro obrigatório pode ser criado para custear indenizações trabalhistas

A Câmara analisa o Projeto de Lei Complementar 301/05, do deputado Ricardo Barros (PP-PR), que cria um seguro obrigatório para custear as...

Discriminar portador de HIV poderá causar prisão

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6124/05, do Senado, que fixa pena de reclusão de um a quatro anos para quem discriminar o portador do vírus da...

Idade mínima para porte de armas pode ser reduzida de 25 para 21 anos

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6123/05, do deputado Francisco Appio (PP-RS), que reduz, de 25 para 21 anos, a idade permitida para obtenção de...

Regras para Receita emitir certidão podem mudar

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 6121/05, do deputado Júlio Redecker (PSDB-RS), que amplia os casos e o prazo em que a Secretaria da Receita...

Advogado acusado de roubar celular pode ser cassado pela OAB

O presidente da Seccional de Pernambuco da Ordem dos Advogados do Brasil, Júlio Oliveira, afirmou que o advogado Luís Guilherme Passos Marinho vai...

Projeto de lei restringe vestibulares para Direito no país

Um polêmico projeto de lei do deputado Lincoln Portella (PL-MG) pretende restringir os vestitulares para cursos de Direito em faculdades onde os...

Supersimples deve unificar nove impostos e contribuições

Tratado como prioridade pelo presidente da Casa, Aldo Rebelo, o substitutivo que cria a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Projeto de Lei...

Policial Militar acusado injustamente pode ter reparação civil

O Projeto de Lei 6133/05, do deputado Vicentinho (PT-SP), garante aos policiais e bombeiros militares absolvidos em processo judicial ou...

Proposta força contratação de mão-de-obra rural

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6095/05, do deputado Vitorassi (PT-PR), que autoriza a desapropriação de imóveis rurais em que o número de...

Temas relacionados

Notícias

Direito do Trabalho

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade