Capa  |  Concursos  |  Doutrinas  |  Matérias  |  Jurisprudências  |  Modelos  |  Sentenças  |  Dicionários  |  Livraria  |  Loja Virtual
 Navegação
  Capa
  Mapa do site
  Livraria Jurídica
  Loja Virtual
 Bases Jurídicas
  Jurisprudências
  Súmulas
 Modelos
  Petições
  Contratos
  Recursos de Multas
 Doutrinas
  Cíveis
  Criminais
  Trabalhistas
 Matérias
  Notícias
  Julgados
 Sentenças
  Cíveis
  Criminais
  Trabalhistas
 Dicionários
  Termos jurídicos
  Expressões em Latim
 Especiais
  Advocacia de Sucesso
  Concursos Públicos
 Gerência
  Editorial
  Privacidade
  Fale conosco
  Parceiros
 Busca


 Matéria > Notícias > Direito Previdenciário
Links Patrocinados e Conteúdo relacionado
Novas doenças podem ser incluídas entre as causas de invalidez
Aposentadoria de portador de deficiência pode ser facilitada
Benefício de prestação continuada pode ser ampliado
Comissão quer ouvir ministro sobre mudanças no INSS
Aposentados poderão receber 13º salário em duas parcelas
Emenda Constitucional amplia idade para aposentadoria compulsória
Em pensão por morte, lei mais benéfica deve ser aplicada de imediato
Portador de epilepsia poderá receber benefício da Loas
Notícias - Direito Previdenciário    Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2005
Tramita na Câmara o Projeto de Lei 6026/05, que estende o benefício de prestação continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC-Loas) ao portador de epilepsia e reduz de 70 anos para 65 a idade para o idoso pleitear o mesmo benefício. De autoria do deputado Jovair Arantes (PTB-GO), a proposta prevê a concessão de um salário mínimo ao portador de epilepsia que comprove não possuir meios de prover o próprio sustento nem pode ser sustentado pela família.

O deputado argumenta que o preconceito em torno da epilepsia inviabiliza o ingresso ou a permanência no mercado de trabalho. "Muitos portadores (de epilepsia) passam por sérias dificuldades financeiras, o que os leva a viver totalmente às expensas de sua família, quando esta tem condições para sustentá-los, ou em situação de extrema carência, ante a falta de oportunidade de prover seu próprio sustento", diz.

Já em relação à idade, Arantes observa que o Estatuto do Idoso (Lei 19741/03) reduziu para 65 anos a idade mínima para que se possa pleitear o recebimento do benefício de prestação continuada, mas o texto da Loas ainda prevê o limite mínimo de idade de 70 anos.

A proposta foi apensada ao PL 3967/97, do deputado Arnaldo Faria de Sá (PPB-SP), que estende a concessão de 13º salário a quem tem direito à renda mensal vitalícia.

A proposta tramita em caráter conclusivo nas comissões de Seguridade Social e Família; de Finanças e Tributação, e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Clique aqui para ser direcionado à fonte
Links Patrocionados

Matérias relacionadas
Militar reformado da Marinha consegue restabelecer valor de auxílio-invalidez
Aposentado que volta à ativa pode ter pecúlio assegurado
Auxílio-acidente deve ser concedido desde a apresentação do laudo em juízo
É possível cumulação do auxílio-acidente com a aposentadoria
Projeto permite que casais compartilhem aposentadoria
Justiça restabelece auxílio-doença a portador de deficiência
Valor da aposentadoria pode aumentar em caso de insalubridade
Portador de epilepsia poderá receber benefício da Loas
Clique aqui para ver todas as matérias relacionadas

Veja notícias e julgados de uma matéria específica
AdvocaciaDireito do ConsumidorDireito do TrabalhoDireito CivilDireito de FamíliaDano MoralDireito PenalDireito Processual TrabalhistaDireito Processual CivilDireito Processual PenalDireito ConstitucionalDireito do TrânsitoDireito TributárioDireito InternacionalDireito EleitoralDireito AdministrativoDireito PrevidenciárioDireito ComercialDireito AmbientalDireito MédicoDireito MilitarDiversos

Modelos de Petições - Modelos de Contratos - Recursos de Multas de Trânsito
Jurisprudências Selecionadas - Jurisprudências
© Copyright Central Jurídica - 2004/2008.
Todos os direitos reservados.