Menores poderão responder na Justiça por crime hediondo

Notícias - Direito Penal - Sábado, 13 de novembro de 2004

Os menores de 18 anos responsáveis por crimes hediondos — como a tortura, o tráfico de drogas e o racismo — poderão responder por eles na Justiça, desde que haja a concordância de uma junta de psiquiatras forenses. É o que pretende a Proposta de Emenda à Constituição 327/04, que não propõe idade mínima para a punição. Para o autor do projeto, ´não é razoável que a legislação determine uma idade fictícia para se poder auferir a imputabilidade. Alguns jovens de 14 anos têm mais capacidade de consciência que outros de 17 ou 18`.

Matérias relacionadas

Proposta inibe bloqueio de conta por juízes

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou Projeto de Lei que limita o poder de o juiz do Trabalho bloquear contas...

Tempo de isolamento de presos pode aumentar para um ano

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou Projeto de Lei que aumenta de 30 para 365 dias o tempo máximo de isolamento...

Deficiente visual poderá ter acesso a anúncios de TV

As rádios e TVs do País podem ser obrigadas a divulgar, em suas propagandas e em anúncios de interesse geral, um número de telefone para permitir...

Dona de colégio é condenada a oferecer aulas gratuitas

A proprietária do Colégio Santa Maria foi condenada esta semana a dar aulas gratuitas para 90 adultos carentes nas dependências de sua escola,...

Médicos formados no exterior obtêm direito a registro automático dos diplomas

O TRF da 4ª Região determinou que a Universidade Federal do Rio Grande do Sul promova o registro automático dos diplomas de três médicos...

União e Estado devem pagar exame para portador de hepatite C

A União e o Estado de Santa Catarina estão obrigados a promover imediatamente todos os atos necessários à realização gratuita do exame de...

Fraudadora do INSS condenada a 16 anos de prisão

Ex-funcionária do INSS foi condenada pela 13ª Vara Federal de Pernambuco a 16 anos de prisão pela concessão de 550 benefícios irregulares,...

STJ isenta cooperativas de crédito rural do pagamento da Cofins

Ao julgar o recurso da Cooperativa de Crédito Rural de Guape, o STJ entendeu que a Cofins não seria exigível das sociedades cooperativas. Para o...

OAB moverá ação para que Congresso realize auditoria da dívida externa

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil confirmou a decisão de entrar com ação no Supremo Tribunal Federal a fim de obrigar o...

Senado retoma votação da reforma do Judiciário

Depois de quatro meses parada na Mesa Diretora do Senado, foi dada continuidade à votação, em primeiro turno, da proposta de reforma do...

Temas relacionados

Notícias

Direito Penal

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade