Deputado estadual é condenado a quatro meses de detenção

Julgados - Direito Penal - Segunda-feira, 29 de agosto de 2005

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio, por maioria de votos, condenou deputado estadual Leandro José Mendes Sampaio Fernandes a quatro meses de detenção. Ele foi denunciado pelo Ministério Público e considerado culpado por crime de responsabilidade. O deputado, no entanto, não cumprirá a pena porque o crime prescreveu. O Órgão Especial declarou, por unanimidade de votos, extinta a punibilidade pela prescrição da pretensão punitiva.

Ainda quando era prefeito de Petrópolis, Leandro Sampaio deixou de cumprir uma decisão judicial, em abril de 2000, que determinava que todas as placas de obras públicas da cidade contivessem informações previstas no artigo 37, parágrafo 3º da Lei Orgânica do Município, tais como o tipo de obra, local, valor total, prazo de início e fim e nome da empreiteira responsável.

A defesa de Leandro Sampaio argumentou durante o julgamento da ação penal pública que o então prefeito tinha problemas mais importantes para se preocupar e que teria direcionado o cumprimento da decisão judicial ao seu mestre de obras, que não a cumpriu. A alegação foi rejeitada pelos desembargadores do Órgão Especial. O deputado chegou a dizer que omitiu as informações, entre elas o valor da obra, para não aguçar a cobiça dos criminosos, que poderiam assaltar os escritórios das empreiteiras.

O relator da ação penal, desembargador Azeredo da Silveira, afirmou que deixar de cumprir ordem judicial sem dar a razão por escrito é contra a lei. “Examinando-se a prova, constata-se que o acusado foi intimado pessoalmente, portanto, esse crime aconteceu. Julgo procedente o pedido do Ministério Público e fixo pena em quatro meses de detenção”, afirmou.

Matérias relacionadas

Estado do Rio de Janeiro deve indenizar família de Policial Militar

O governo do Estado do Rio terá de pagar uma indenização de R$ 160 mil aos pais do soldado da PM Adriano Santos Coelho. Ele morreu em 2002, em...

Lei municipal que proíbe vigilantes armados em hospitais é inconstitucional

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por unanimidade de votos, julgou procedente pedido do prefeito Cesar Maia e declarou a...

Empresa de ônibus é condenada por acidente com passageiro

A 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio confirmou indenização por danos morais e estéticos, no valor de R$ 20 mil, a partir da...

Mantida caracterização de grupo econômico

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve a decisão regional que apontou as empresas Network Distribuidora de Filmes S/A, Century...

Negada ocorrência de quebra de sigilo em conta de bancário

O acesso das instituições financeiras aos dados das contas correntes que administram não resulta em quebra de sigilo bancário, fato que só...

Rejeitado recurso de engenheiros demitidos por improbidade

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho rejeitou, por unanimidade de votos, agravo apresentado pela defesa de dois engenheiros da...

Se indenização for em valor fixo, a correção se dá a partir da condenação

O banco deve ser responsabilizado civilmente pela inscrição no cadastro de emitentes de cheques sem fundos de cliente que havia sustado os cheques,...

Necessário processo administrativo-fiscal para pena de perdimento de bens

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), à unanimidade, entendeu que, antes da aplicação da pena de perdimento dos bens não...

Construtora deve indenizar consumidor por atraso na entrega de imóvel

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão que condenou a empresa Carvalho Hosken S/A Engenharia e Construções a...

Suspensa decisão que obrigava registro de veículos alienados fiduciariamente

Se a lei não exige o prévio registro cartorial do contrato de alienação fiduciária para a expedição de certificado de registro de veículo,...

Temas relacionados

Julgados

Direito Penal

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade