Dissolução do casamento com cônjuge desaparecido pode terminar

Notícias - Direito de Família - Segunda-feira, 26 de setembro de 2005

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5759/05, que proíbe a dissolução do casamento em caso de morte presumida, quando o cônjuge desaparece. De autoria da deputada Laura Carneiro (PFL-RJ), a proposta altera o novo Código Civil (Lei 10406/02) e determina que o casamento só será dissolvido em caso de morte de um dos cônjuges ou de divórcio.

O Código Civil permite a dissolução do casamento pela ausência do outro cônjuge em decisão judicial. O cônjuge do ausente pode optar entre pedir o divórcio para se casar novamente ou esperar pela presunção de morte, que acontece após dez anos. O divórcio é mais rápido, mas nesse caso o cônjuge perde o direito de administrar os bens da pessoas ausente.

Laura Carneiro acredita que a dissolução do casamento pela morte presumida deixa pendente uma série de problemas. Ela considera possível concluir, a partir do novo Código Civil, que a tal dissolução do casamento se daria tão logo se desse o desaparecimento do ausente. A deputada levanta ainda a possibilidade de revogação da viuvez ou do segundo casamento do cônjuge do desaparecido, uma vez que este pode voltar.

Outro aspecto a ser analisado, segundo a deputada, é a validade do casamento do desaparecido. "Aí teremos outro problema: enquanto para o cônjuge do ausente o casamento estará dissolvido, para o ausente não, permanecendo ele casado. Mas, casado com quem? Casado com alguém que é viúvo ou que já se casou com outra pessoa?", questiona.

A proposição, que tramita em caráter conclusivo, será avaliada pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Cadastro nacional de presos e foragidos pode ser criado

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado analisa o Projeto de Lei 4063/04, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que cria o...

Construção de novas usinas nucleares no Brasil pode ser proibida

A Comissão de Minas e Energia analisa o Projeto de Lei 4709/04, que proíbe a construção de novas usinas nucleares no Brasil até que o País...

Contribuição previdenciária em ações pode ser limitada

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 5226/05, do deputado Leodegar Tiscoski (PP-SC), que limita a incidência da contribuição previdenciária nas...

Projeto que descriminaliza aborto pode ter votação rápida

O presidente da Comissão de Seguridade Social e Família, deputado Dr. Benedito Dias (PP-AP), prometeu colocar em discussão, o mais rápido...

Código Penal poderá tipificar violação de direitos de advogados

A violação dos direitos e das prerrogativas dos advogados passará a ser crime tipificado no Código Penal, segundo prevê o PL 5383/05, do...

Meio Ambiente discute transposição do rio São Francisco

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realiza audiência pública com o presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e...

Licenciamento de carro poderá conter foto do dono

A foto do dono do carro terá que ser incluída no Certificado de Licenciamento Anual, se for aprovado o Projeto de Lei 5382/05, do deputado José...

Três horas poderá ser o tempo máximo de atraso de vôos

O Projeto de Lei 5827/05, apresentado à Câmara pelo deputado Marcos Abramo (PFL-SP), reduz de quatro para três horas o tempo máximo permitido...

Mato Grosso vai sediar o Brasileiro de Futebol da OAB

Mato Grosso será a sede do Campeonato Brasileiro de Futebol, promovido pelo Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Precisamente, a...

Reunião definirá papel do Brasil no Parlamento do Mercosul

Os integrantes da representação brasileira na Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul deverão se reunir com os presidentes da Câmara e do...

Temas relacionados

Notícias

Direito de Família

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade