Reunião definirá papel do Brasil no Parlamento do Mercosul

Notícias - Direito Internacional - Quinta-feira, 29 de setembro de 2005

Os integrantes da representação brasileira na Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul deverão se reunir com os presidentes da Câmara e do Senado, Aldo Rebelo e Renan Calheiros, no próximo dia 14, para discutir a posição oficial do Congresso Nacional sobre a representação do País no Parlamento do Mercosul. Inicialmente, estava definido que os integrantes do bloco econômico seriam representados de acordo com as respectivas populações, mas o Paraguai está contestando esse critério.

Ao informar sobre a reunião, a deputada Maninha (sem partido-DF) disse que o Brasil poderá flexibilizar o critério da proporcionalidade no primeiro ano do Parlamento, mas depois terá que rediscutir a questão. Para a deputada, sobretudo diante da "crise política sem precedentes" por que passa o Brasil, será difícil convencer a sociedade de que a representação do País será a mesma que a de nações com apenas dois ou três milhões de habitantes. "A sociedade precisa entender para que servirá esse parlamento, e ficará difícil argumentar nessas condições."

O assunto está sendo debatido entre os integrantes da Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul e do Parlamento Andino na sala 19 da ala Senador Alexandre Costa, no Senado.

Matérias relacionadas

Comissão discutirá novo programa de benefícios do INSS

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público vai realizar audiência para debater o sistema de Cobertura Previdenciária Estimada...

Falta de treinamento prejudica programa de micro popular

s participantes de audiência pública realizada pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática chegaram à conclusão de que,...

Parlamentares debatem integração de países sul-americanos

A Comissão Parlamentar Conjunta do Mercosul e o Parlamento Andino abriram há pouco reunião para elaborar uma declaração com estratégias e...

Projeto obriga empenho de verba para pagamento de sentença

O administrador público que deixar de incluir no orçamento a verba necessária para o pagamento de débitos de sentenças transitadas em julgado ou...

Líderes divergem sobre prazo para mudança na lei eleitoral

O líder do PT, deputado Henrique Fontana, reuniu-se com o presidente da Câmara, Aldo Rebelo. Ele informou ao novo presidente que a prioridade do...

Sem fundo de pensão aposentadoria de juiz será de R$ 600, segundo Vidigal

Os magistrados que estão ingressando na carreira nos dias de hoje podem chegar ao momento da aposentadoria, pelo modelo atual, com vencimentos de R$...

Advogados poderão fazer um dia de paralisação em defesa de prerrogativas

Os advogados de todo o País poderão fazer um dia de paralisação, em defesa das suas prerrogativas constitucionais, caso seja aprovada proposta...

Servidores do Judiciário poderão ter gratificações

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 5845/05, apresentado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que reestrutura as carreiras dos servidores do Poder...

Propaganda de realizações dos governos pode ser proibida

A Câmara vai analisar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 455/05, apresentada pelo deputado Moreira Franco (PMDB-RJ), que proíbe a...

Despejo de inquilino por dívida do dono pode ser proibida

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 5175/05, do deputado Celso Russomanno (PP-SP), que proíbe os bancos de despejar o inquilino de uma residência...

Temas relacionados

Notícias

Direito Internacional

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade