TV indeniza ator entrevistado por identifica-lo como homossexual

Julgados - Dano Moral - Quarta-feira, 14 de dezembro de 2005

A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou uma emissora de TV da cidade de Três Marias (MG) a indenizar um ator, por danos morais, no valor de R$1.800,00, por tê-lo constrangido ao veicular sua imagem com letreiro identificando-o como homossexual, sem que ele tenha autorizado ou mesmo revelado tal fato.

De acordo com o processo, em 30 de janeiro de 2000, o ator aceitou o convite de um repórter da emissora de TV, para conceder entrevista que seria levada ao ar no dia seguinte, sobre o tema “homossexualismo”, tendo respondido a perguntas genéricas sobre o assunto.

Entretanto, para sua surpresa, quando a reportagem foi ao ar, havia um letreiro abaixo de sua imagem, identificando-o como homossexual, apesar de não ter se referido à sua opção sexual na entrevista.

O ator ajuizou a ação contra a TV, alegando ter sofrido humilhação no meio social com a repercussão da reportagem. O juiz da Comarca de Três Marias fixou a indenização em R$1.800,00, considerando que a emissora não observou os padrões éticos do jornalismo.

A TV recorreu ao Tribunal de Justiça, mas os desembargadores Antônio Sérvulo (relator), José Flávio de Almeida e Nilo Lacerda confirmaram a sentença.

O relator ressaltou que, “evidentemente, ser ou não ser homossexual não é situação que se amolda a qualquer dano moral, até porque a Constituição Federal não discrimina de nenhuma forma quem quer que seja, inclusive em virtude de opção sexual do cidadão brasileiro”.

“Porém”, continua, “há de ser analisado o fato objetivo, segundo o qual a televisão mostrou a imagem do ator e os caracteres que o indicavam como sendo ‘homossexual’, situação não autorizada que o expôs a constrangimento perante a sociedade em que vive”.

Matérias relacionadas

Cooperativa condenada a pagar dívida a agricultor

A 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou uma cooperativa de cafeicultores de Muriaé a quitar uma dívida com um...

Justiça nega indenização por rompimento de noivado

O rompimento do noivado é um exercício regular do direito, uma vez que existe a possibilidade de os noivos se arrependerem antes da celebração do...

Erro médico leva obstetra a indenizar pais de criança falecida

Uma médica-obstetra de Vespasiano (Grande BH) foi considerada responsável pela morte de uma criança que sofreu traumatismo craniano durante parto...

Estado deve possibilitar laqueadura se atendidos os requisitos legais

Grávida de oito meses, pobre, com 36 anos e mãe de quatro filhos tem assegurado o direito a obter laqueadura de maneira gratuita logo após o...

Filha reconhecida após óbito de pai tem direito a restituição de pensão militar

Mulher que veio a ser judicialmente conhecida como filha, após o óbito do pai, tem direito a receber valores proporcionais no rateio da pensão...

Clamor público não justifica prisão preventiva

A mera repercussão negativa do fato, envolvendo indignação, revolta e clamor público, não é razão bastante para a decretação da prisão...

Árbitro não é empregado de federação de futebol

Não há conflito entre a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e a Lei 9.615/98, a Lei Pelé, que estabelece que os árbitros são autônomos,...

Transexual vítima de erro médico receberá R$ 60 mil

A 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio condenou o Hospital de Clínicas e Maternidade Dr. Marchesan, em Duque de Caxias, na Baixada...

Sony Music é condenada pela divulgação de música cantada por Tiririca

A 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio condenou hoje (dia 14 de dezembro) a Sony Music a pagar R$ 300 mil de indenização por danos...

Trancada ação contra acusado de formação de cartel nos postos Ipiranga

A falta de dados concretos para a avaliação do caso, ou seja, inépcia formal da denúncia, levou a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça...

Temas relacionados

Julgados

Dano Moral

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade