Passageiro que viajou em poltrona quebrada será indenizado

Julgados - Dano Moral - Quinta-feira, 24 de novembro de 2005

A empresa de aviação TAP Air Portugal foi condenada a pagar uma indenização de R$ 3 mil a um passageiro que foi obrigado a viajar do Brasil a Portugal em uma poltrona quebrada. João do Carmo Monteiro Martins comprou três passagens na classe executiva rumo a Lisboa e, como sua poltrona não reclinava, foi obrigado fazer todo o trajeto na posição de decolagem.

João do Carmo alegou que, por ter ficado várias horas na mesma posição, passou por momentos de fadiga, mal estar e enorme dor na coluna, o que o fez permanecer de repouso por uma semana em Lisboa, destruindo as suas férias.

A juíza Ione Pernes, da 37ª Vara Cível da capital, considerou em sua sentença que o passageiro não tinha como comprovar ter ficado de cama durante vários dias, mas que a má prestação no serviço da empresa causou constrangimento e incômodo a João do Carmo, o que justificava a indenização.

Matérias relacionadas

Mulher projetada para fora de ônibus deve ser indenizada

Cliente de empresa de transporte coletivo que sofreu fratura no pé ao ser projetada para fora de ônibus há de ser indenizada. Configurada a...

Concessionária é condenada por negligência na revisão de automóvel

A Concessionária Fox Veículos Ltda. foi responsabilizada por negligência na revisão de automóvel. Ela não informou ao proprietário sobre...

Problema na coluna dá direito a indenização "vitalícia"

A empresa que deixa de cumprir regras básicas de segurança e medicina do trabalho, submetendo o empregado a atividades pesadas em posições...

Justiça do Trabalho proíbe hospital de contratar mão-de-obra por cooperativa

O juiz Roberto Vieira de Almeida Rezende, titular da 5ª Vara do Trabalho de Santos (SP), concedeu liminar em Ação Civil Pública ajuizada pelo...

Habeas-corpus não impede demissão de servidor

Cleyson Batista Freire não conseguiu reverter a condenação à perda do cargo na Polícia Judiciária de Minas Gerais e a cinco anos e quatro meses...

Proprietário e promissário comprador de imóvel podem figurar em cobrança

Uma vez transferido o imóvel, a ação de cobrança dos encargos a ele correspondentes pode ser proposta tanto contra o proprietário como contra o...

Piso salarial não pode ser vinculado ao salário mínimo

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho decidiu, por unanimidade, cancelar posicionamento da Justiça do Trabalho da 7ª Região (com...

Empresa que demite durante greve deve pagar rescisão no prazo

A empresa que demite funcionários durante uma greve não tem desculpas para não pagar a rescisão no prazo previsto em lei, alegando falta de...

Atividade de demonstrador de produtos permite controle de jornada

A atividade de demonstração de produtos em lojas, supermercados, shoppings, entre outros locais, não impede que haja o controle da jornada de quem...

Constrangimento em cerimônia de casamento gera indenização

Uma jovem, vítima de constrangimentos no dia de seu casamento, deverá ser indenizada em R$ 5 mil por danos morais. O padre, escalado para realizar...

Temas relacionados

Julgados

Dano Moral

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade