Cargo vinculado ao Ministério Público pode ter proibição para advogar

Notícias - Diversos - Segunda-feira, 19 de dezembro de 2005

A Câmara examina o Projeto de Lei 5990/05, do deputado Pastor Reinaldo (PTB-RS), que proíbe os ocupantes de qualquer cargo ou função vinculados ao Ministério Público de exercer a advocacia.

Segundo o autor, o projeto é "moralizador, pois a proximidade entre os servidores do Ministério Público e o Poder Judiciário pode ensejar tráfico de influência e a obtenção de informações privilegiadas, em detrimento do exercício ético da advocacia".

O Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (Lei 8906/94) já veda o exercício da advocacia ao chefe do Poder Executivo e aos integrantes da Mesa Diretora do Poder Legislativo e seus substitutos legais; aos integrantes de órgãos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos tribunais e conselhos de contas, dos juizados especiais, e outros.

Na prática, servidores administrativos do Ministério Público também são impedidos de advogar, mas o projeto busca dar clareza a essa determinação e ampliá-la, pois até mesmo os servidores vinculados apenas indiretamente ao órgão estarão alcançados pela incompatibilidade.

O projeto será analisado em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, onde foi designado relator o deputado Darci Coelho (PP-TO).

Matérias relacionadas

ICMS sobre impressos gráficos pode ter limitação

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou no último dia 6 o substitutivo do deputado Paulo Gouvêa (PL-RS) ao Projeto de Lei...

Participação popular na elaboração de leis pode ser ampliada

A Câmara analisa a Proposta de Emenda à Constituição 463/05, do deputado Babá (Psol-PA), que reforça a participação popular no processo...

Justiça do Trabalho repassou aos trabalhadores R$ 6 bilhões em 2005

A Justiça do Trabalho repassou aos trabalhadores brasileiros, até outubro deste ano, mais de R$ 6 bilhões em decorrência da conclusão das...

OAB poderá listar advogados para população carente

Os Conselhos Seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deverão organizar listagens de advogados interessados em prestar serviços à...

Setor elétrico poderá ter desconto no Imposto de Renda

Empresas do setor elétrico que realizem novos empreendimentos poderão ter desconto de 20% no Imposto de Renda, calculado sobre o lucro da...

Empresas de transporte público podem ser isentas de tributos

Tramita na Câmara a Proposta de Emenda à Constituição 473/05, do deputado Bismark Maia (PSDB-CE), que isenta as empresas de transporte coletivo...

Consumidor poderá trocar produto defeituoso em até 90 dias

O Projeto de Lei 5998/05, do deputado César Medeiros (PT-MG), amplia de 30 para 90 dias o prazo para o consumidor exigir a substituição de produto...

Profissão de arqueólogo pode ser regulamentada

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6145/05, que regulamenta a profissão de arqueólogo. Apresentada pela deputada Laura Carneiro (PFL-RJ), a...

Estágio obrigatório em Medicina poderá ser remunerado

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6113/05, do deputado Lincoln Portela (PL-MG), que determina o pagamento de um salário mínimo aos estudantes de...

Normas para publicidade oficial pode ser alteradas

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6106/05, do deputado Josias Quintal (PMDB-RJ), que pretende restringir a aplicação de recursos em publicidade do...

Temas relacionados

Notícias

Diversos

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade