Contratação de trabalhador com mais de 45 anos pode ter incentivo

Notícias - Direito Tributário - Segunda-feira, 2 de janeiro de 2006

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou o Projeto de Lei 1530/03, do deputado André de Paula (PFL-PE), que concede dedução do Imposto de Renda à empresa que contratar trabalhadores com menos de 21 ou mais de 45 anos de idade.

De acordo com o projeto, as empresas com mais de 70 empregados que contratarem trabalhadores nessas duas faixas etárias poderão deduzir do IR da Pessoa Jurídica o equivalente a 1O% dos salários pagos a esses empregados, até o limite de 5% do imposto devido.

O relator, deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ), afirma, em seu parecer favorável à proposta, que o projeto é oportuno por "introduzir uma sistemática mais simples e direta para estimular a contratação de jovens". Picciani observa que mais de 40% dos desempregados de nossas regiões metropolitanas encontram-se abaixo dos 25 anos de idade.

Ao mesmo tempo, o relator considera relevante a preocupação em atender aos trabalhadores com mais de 45 anos de idade, tendo em vista que os integrantes dessa faixa etária em geral são chefes de família e encontram maiores dificuldades de obter emprego. "O poder público deve adotar medidas para estimular a permanência desses trabalhadores no mercado de trabalho", diz Picciani.

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado agora pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Cobrança de mensalidade adiantada do consumidor pode ser proibida

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6071/05, do deputado Celso Russomanno (PP-SP), que altera o Código de Defesa do Consumidor (Lei 8078/90), na...

Ações contra INSS podem ser isentas de custas judiciais

Os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão ser isentos da cobrança de todas as despesas processuais nas ações para a...

Trabalho na construção civil poderá ser considerado atividade perigosa

O trabalho na construção civil poderá ser considerado atividade perigosa. É o que determina o Projeto de Lei 6075/05, do deputado Vicentinho...

Hipóteses de apreensão de carteira de motorista podem ser restringidas

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6070/05, do deputado Celso Russomanno (PP-SP), que impede o recolhimento da habilitação dos condutores que...

Valor da aposentadoria pode aumentar em caso de insalubridade

O Projeto de Lei Complementar 302/05, do deputado João Magno (PT-MG), aumenta o valor da aposentadoria para quem tiver trabalhado sob condições...

Consumidores podem ter abatimento no Imposto de Renda

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6057/05, do deputado Ivo José (PT-MG), que permite às pessoas físicas o abatimento, no Imposto de Renda, de...

Microempresas podem ter acesso a recursos do BNDES

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6060/05, do deputado Ivo José (PT-MG), que cria o Programa de Apoio Creditício às Microempresas e Empresas de...

Tribunal de Justiça do Espírito Santo vai ampliar horário de atendimento

O desembargador Jorge Góes Coutinho assumiu a presidência do Tribunal de Justiça do Espírito Santo e anunciou que irá estender o horário de...

Transporte interestadual ou internacional em vans pode ser autorizado

A Câmara examina o Projeto de Lei 6083/05, do deputado Marcondes Gadelha (PSB-PB), que autoriza o fretamento de veículos com pelo menos oito...

Criança poderá viajar sem os pais com autorização e firma reconhecida

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6081/05, do deputado Marcondes Gadelha (PSB-PB), que determina a necessidade de autorização com firma...

Temas relacionados

Notícias

Direito Tributário

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade