Diciona

Embargos à Execução Trabalhista Devido ao Valor Apurado

Petições - Trabalhistas Diversas - O embargante alega que há excesso de execução. A reclamada apresentou impugnação aos cálculos de liquidação e planilhas. O juiz homologou os cálculos. No entanto, quando da atualização da conta, para a elaboração do mandado de citação, penhora e avaliação, o contador fez incidir correção monetária sobre os cálculos apresentados pelo o reclamante.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ PRESIDENTE DA .... JUNTA DE CONCILIAÇÃO E JULGAMENTO DE ....



...., por seus procuradores judiciais infra-assinados, inscritos na OAB/..., sob nº .... e ...., nos autos da Reclamação Trabalhista sob nº .../..., proposta por ...., vêm, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, com fundamento no artigo 884, da CLT, §§ 1º e 3º, interpor os presentes

EMBARGOS À EXECUÇÃO,

pelos seguintes fatos e motivos:

A ação não pode prosseguir pelo valor executado, pois existe excesso de execução.

A Reclamada apresentou impugnação aos cálculos de liquidação às fls. .../... e planilhas às fls. .../...

O despacho de fls. .... homologou os cálculos da Reclamada, nos seguintes termos:

"I. Junte-se;
II. HOMOLOGO os cálculos do réu, sem prejuízo de revisão oportuna, eis que este Juízo entende como época própria à incidência de correção monetária o mês subseqüente ao vencido;
III. Elabore-se conta geral;
IV. Cite-se a ré para pagamento.
Ctba., .../.../...

.............................
Juíza do Trabalho"

Segundo a planilha de fls. .... era devido ao Reclamante a quantia de R$ .... (....).

Os cálculos do Reclamante atualizados, conforme planilha de fls. ...., totalizavam R$ .... (....).

Entretanto, no momento da atualização da conta homologada, para elaboração do mandado de citação, penhora e avaliação, houve equívoco da Secretaria da Junta, que tomou a quantia dos cálculos do Reclamante e não o valor encontrado pela Reclamante.

Basta que se veja às fls. ...., onde constou:

"Principal c/jcm .../.../... R$ .... (x) .... = R$ ...."

Ora, a Secretaria deveria ter tomado a quantia de R$ ...., apontada como "TOTAL DEVIDO EM .../.../...", para atualização, e não o "TOTAL CÁLCULOS AUTOR EM .../.../...".

Destarte, o feito padece de nulidade desde às fls. ...., tendo em vista o equívoco da secretaria.

Diante do exposto, requer-se a Vossa Excelência o recebimento e provimento dos presentes embargos para que seja declarada a nulidade do processo a partir das fls. ...., e a nova atualização dos cálculos a partir do valor de R$ ...., apontado pela Reclamanda, com a expedição de novo mandado de execução, penhora e avaliação, e prática dos atos posteriores.

Caso não seja este o entendimento esposado por este Douto Juízo, a adequação dos valores e o prosseguimento da execução pela quantia homologada, a fim de evitar-se o excesso de execução e prejuízo à Reclamada.

Termos em que,

Pede deferimento.

...., .... de .... de ....

..................
Advogado




Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato