Diciona

Maketing Pessoal e Comunicação

Manual do Advogado de Sucesso - Levar ao conhecimento da sociedade as qualidades do profissional é tão importante quanto tê-las. Ser um bom advogado é apenas o primeiro passo na busca pelo sucesso.

Que imagem costumamos ter de um advogado eficaz? A de um elemento dinâmico que vive rodeado e admirado por pessoas, objetivo, voltado para resultados, esportista etc. São características do que se denominada imagem profissional.

No mercado jurídico brasileiro, o importante não é apenas "ser" um bom advogado, mas também "parecer ser" bom. Principalmente fora do Brasil, cada vez maior é o número de profissionais que se dedicam à autopromoção. "Comunicar" sua competência ao mundo é uma questão de sobrevivência.

No Brasil, vivemos numa sociedade que avalia as pessoas não apenas em função dos resultados por elas conquistados, mas também em função da imagem que é projetada, da "embalagem" com que elas se apresentam. Neste cenário, a competência técnica já não é o maior e único valor; É como um bom produto que não pode ser vendido sem uma embalagem e divulgação adequadas. Profissionais talentos que não investem nestes fatores sobrevivem com relativa facilidade quando o mercado está em alta, mas nas situações de crise torna-se fundamental o casamento entre a competência e a imagem.

Por essa razão é comum o caso de advogados extremamente capazes que, em função da situação econômica de uma sociedade cada vez mais global, encontram muita dificuldade em se posicionar. A razão é simples: eles são bons profissionais, mas o mundo exterior os desconhece.

Portanto, que deve ser uma preocupação permanente do advogado o desenvolvimento de determinadas atividades voltadas para o marketing pessoal.

Algumas sugestões ao advogado que busca maior visibilidade perante o mercado são as seguintes:

Buscar regularmente escrever aquilo que possa retratar os resultados de sua vivência profissional em forma de artigos de interesse, objetivando a publicação desse material em jornais, revistas, internet, etc. Para isso é importantíssimo o contato regular com a imprensa, com elementos das áreas de divulgação, manter um fichário com nomes e endereços etc.

Freqüentar os órgãos de classe, as reuniões, se possível fazer parte da Diretoria. Adotar uma postura atuante em defesa de classes ou interesses; Ter uma "bandeira" mais ou menos permanente.

Pertencer à Associações Comerciais, Lions, Rotary e entidades similares, buscando manter também permanentes contatos de natureza social como os demais associados, procurando estar presente, mas de forma discreta. Investir parte de seu tempo em benefício da comunicação.

Freqüentar congressos, seminários, sempre que possível também na qualidade de expositor de determinado tema ou experiência. Dedicar-se ao magistério universitário, dar aulas em projetos voluntários.

Procurar visitar amigos, conhecidos, clientes etc. regularmente.

No ambiente social, procurar manter contato permanente com ex-colegas de colégio, faculdade, etc., sempre através de uma postura ativa, buscando ter a iniciativa de contato com as pessoas e não aguardando passivamente ser "convidado". É importante que nos lembremos dos outros nos momentos que são importantes para eles.

Nos contatos sociais e profissionais, procurar enfatizar os aspectos positivos de sua vida profissional, seus êxitos. A ênfase nos fracassos e as queixas permanentes não ajudam a imagem do profissional, e acabam levando-o a um processo de discriminação por parte de seus amigos; ninguém gosta de conviver com fracassados ou pessimistas.

Ter um registro dos aniversários, casamentos e acontecimentos importantes relacionados a amigos ou pessoas críticas, enviando carta, telegramas, contatando-as nas épocas próprias.

Procurar assinar revistas e jornais, buscar ler as publicações nacionais assim que chegarem às bancas e acessar regularmente a internet, compartilhar as informações descobertas. Estar bem informado é visto como indicador de competência.

Procurar praticar esportes regularmente, especialmente aqueles de caráter coletivo; não raro a imagem de uma pessoa saudável se confunde com a de um profissional eficaz.

Durante reuniões e negociações há determinados comportamentos que contribuem para a formação de uma imagem positiva: ouvir mais do que falar, quando falar ser objetivo; mostrar profunda convicção sobre os pontos de vista, embora abrindo a possibilidade de ser convencido por uma boa argumentação; antes de qualquer posição avaliativa procurar ter uma postura de busca de informações para posterior avaliação; demonstrar também uma preocupação com as necessidades e expectativas da outra parte, buscando alternativas interessantes para os dois lados.

Entretanto, todas estas sugestões pouco adiantarão se o profissional não possuir um planejamento de carreira.

No exercício de suas funções é importante lembrar-se que vivemos hoje no que se pode chamar de "sistema aberto". Seu escritório não é todo seu mundo. Procure realizar intercâmbio com o mundo exterior, de modo a conhecer o que os outros estão fazendo.

Encerrando, é importante lembrar que a competência será sempre, a longo prazo, o valor maior. Dificilmente o marketing, por melhor que seja, conseguirá vender um “mau produto” (sem conteúdo) durante muito tempo.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato