Petrobras pode desvincular preços da cotação externa

Notícias - Diversos - Quinta-feira, 13 de outubro de 2005

As oscilações do mercado internacional de petróleo poderão deixar de ser consideradas no cálculo dos preços dos combustíveis comercializados pela Petrobras no Brasil, caso seja aprovado o Projeto de Lei 5838/05, do deputado Antonio Carlos Pannunzio (PSDB-SP).

Segundo o autor, o governo já anunciou a auto-suficiência da estatal na produção petrolífera a partir de 2006, o que "não justificaria mais a vinculação dos preços ao mercado internacional", explicou. O deputado destacou ainda a "necessidade de cumprimento da Lei 9478/97, que estabelece a proteção dos interesses do consumidor brasileiro como objetivo fundamental da política nacional do petróleo".

Atualmente, segundo Pannunzio, a constante elevação dos preços é justificada pela necessidade de importar combustíveis, que são cotados em dólar e variam de acordo com as crises do setor, sobretudo no Oriente Médio, região que concentra os maiores exportadores do mundo. Entretanto, com o anúncio da auto-suficiência, "esse argumento não se justifica mais, o que requer mudanças nos critérios de reajustes da tarifas, a fim de não prejudicar os consumidores", reforçou.

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; Minas e Energia; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Campanha eleitoral pode ser reduzida de 90 para 60 dias

O Projeto de Lei 5856/05, do deputado João Campos (PSDB-GO), reduz o período das campanhas eleitorais de 90 para 60 dias. O projeto prevê ainda...

Pena mínima para crime de receptação pode aumentar

O Projeto de Lei 5925/05, do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), aumenta a pena mínima de reclusão de um para dois anos prevista para o...

Rotulagem de transgênicos para exportação pode ser obrigatória

As embalagens dos produtos importados ou para exportação que contenham organismos geneticamente modificados (OGMs) deverão conter informação...

Disciplina sobre educação sexual pode ser opcional

O Projeto de Lei 5918/05, do deputado Elimar Máximo Damasceno (Prona-SP), permite que alunos se recusem a freqüentar aulas de educação sexual nas...

Judiciário vai demitir 200 parentes de magistrados no Piauí

O presidente do Tribunal de Justiça do Piaui, desembargador João Batista Machado, afirmou que está na fase final de levantamento sobre o nepotismo...

Projeto amplia direitos de consumidores inadimplentes

As empresas poderão ser proibidas de enviar o nome de consumidores inadimplentes para os cadastros de restrição ao crédito caso seja aprovado o...

Transexual operado pode ser proibido de mudar de nome

O transexual que passar por uma cirurgia de troca de sexo pode ser proibido de mudar seu prenome se for aprovado o Projeto de Lei 5872/05, do...

Projeto altera 188 artigos do Código Civil

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 6960/02, do deputado Ricardo Fiuza (PP-PE), que modifica 188 artigos do Código Civil, que entrou em vigor em...

Uso de cotas de reserva florestal pode ser regulamentado

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5876/05, do deputado Luciano Castro (PL-RR), que regulamenta a utilização da Cota de Reserva Florestal (CRFs),...

Renegociação de dívida municipal com INSS em análise na Câmara

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5897/05, do deputado Bismarck Maia (PSDB-CE), que possibilita aos municípios parcelar as dívidas com o Instituto...

Temas relacionados

Notícias

Diversos

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade