Advogados foram alvo de escuta ilegal no Espírito Santo

Notícias - Advocacia - Quarta-feira, 14 de dezembro de 2005

Além dos jornalistas e funcionários da Rede Gazeta, seis advogados que atuam no processo sobre a morte do juiz Alexandre Martins de Castro Filho também tiveram o sigilo telefônico quebrado em abril deste ano. Os advogados Fabrício Campos, Durval Albert e Gualtemar Soares, responsáveis pela defesa do juiz Antônio Leopoldo - acusado de mandar matar o juiz Alexandre - encaminharam à Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Espírito Santo uma representação pedindo ao presidente da entidade a apuração das interceptações.

Na representação, os advogados afirmam que as gravações atingem o direito de sigilo profissional assegurado pela lei federal 8.906/94 que regula todas as atividades da OAB. Eles também assinalam que os delegados Danilo Bahiense a Claúdio Vitor não especificaram a razão da continuidade das gravações. O presidente da OAB-ES, Agesandro da Costa Pereira, disse que vai pedir ao Tribunal de Justiça e à Secretária Estadual de Segurança Pública documentos que complementam àqueles já encaminhados na representação, para assim identificar os culpados e processá-los.

Matérias relacionadas

OAB-PR suspende preventivamente advogado preso pela Polícia Federal

A Câmara Especial do Tribunal de Ética e Disciplina da Seccional do Paraná da Ordem dos Advogados do Brasil determinou a suspensão preventiva do...

Brasil e Noruega podem ter acordo de pesca

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou o Projeto de Decreto Legislativo 1939/05, que ratifica acordo na área de pesca e...

Medicamentos para emagrecer podem ter restrições de substâncias

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6000/05, apresentado pelo deputado Fernando Coruja (PPS-SC), que proíbe, em medicamentos para emagrecer, a...

Farol de automóvel pode ser obrigatoriamente acionado junto com motor

O dispositivo que aciona automaticamente os faróis quando o motor do veículo é ligado pode tornar-se equipamento obrigatório. É o que determina...

Escolas podem ser proibidas de cobrar por estacionamento

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6003/05, que proíbe escolas, faculdades e universidades de cobrar pelo uso dos seus estacionamentos. Apresentado...

Pequeno produtor poderá comercializar álcool combustível

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou o Projeto de Lei 1398/03, do deputado Lobbe Neto (PSDB-SP), que...

Imposto de ônibus adaptado para portadores de deficiência pode ter redução

A Comissão de Viação e Transportes aprovou substitutivo do deputado Mauro Lopes (PMDB-MG) ao Projeto de Lei 2462/03, do deputado Leonardo Mattos...

Proteção contra radiação ultravioleta em óculos de sol pode ser obrigatória

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou o Projeto de Lei 5534/05, do Senado, que torna obrigatória a proteção...

Acordo tributário entre Brasil e México pode ser efetivado

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou a convenção assinada entre o Brasil e o México para evitar a dupla tributação e...

Brasileiros no exterior poderão ser eleitos deputados

Brasileiros residentes no exterior poderão ser eleitos deputados federais caso seja aprovado o Projeto de Lei Complementar 309/05, do deputado...

Temas relacionados

Notícias

Advocacia

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade