OAB-PR suspende preventivamente advogado preso pela Polícia Federal

Notícias - Advocacia - Quarta-feira, 14 de dezembro de 2005

A Câmara Especial do Tribunal de Ética e Disciplina da Seccional do Paraná da Ordem dos Advogados do Brasil determinou a suspensão preventiva do advogado Roberto Bertholdo, preso em 4 de novembro pela Polícia Federal.

Ele fica proibido de exercer a advocacia por um período de 90 dias, a partir desta quarta-feira (14 de dezembro). Bertholdo pode recorrer ao Conselho Seccional, mas um eventual recurso não terá efeito suspensivo sobre a pena, que fica mantida pelo menos até uma decisão contrária.

A suspensão preventiva está prevista no parágrafo 3.º do artigo 70 do Estatuto da Advocacia (Lei n.º8.906). A pena pode ser aplicada “em caso de repercussão prejudicial à dignidade da advocacia”. O advogado suspenso continua respondendo ao processo ético-disciplinar principal, que, segundo o Estatuto, deve ser concluído no prazo máximo de 90 dias.

O advogado Roberto Bertholdo teve a prisão preventiva decretada pelo Juízo Federal Substituto da 2.ª Vara Criminal de Curitiba. Ele responde a processo criminal por interceptação de telefones de um juiz, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e, numa denúncia mais recente, evasão de divisas.

Matérias relacionadas

Brasil e Noruega podem ter acordo de pesca

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou o Projeto de Decreto Legislativo 1939/05, que ratifica acordo na área de pesca e...

Medicamentos para emagrecer podem ter restrições de substâncias

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6000/05, apresentado pelo deputado Fernando Coruja (PPS-SC), que proíbe, em medicamentos para emagrecer, a...

Farol de automóvel pode ser obrigatoriamente acionado junto com motor

O dispositivo que aciona automaticamente os faróis quando o motor do veículo é ligado pode tornar-se equipamento obrigatório. É o que determina...

Escolas podem ser proibidas de cobrar por estacionamento

A Câmara analisa o Projeto de Lei 6003/05, que proíbe escolas, faculdades e universidades de cobrar pelo uso dos seus estacionamentos. Apresentado...

Pequeno produtor poderá comercializar álcool combustível

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou o Projeto de Lei 1398/03, do deputado Lobbe Neto (PSDB-SP), que...

Imposto de ônibus adaptado para portadores de deficiência pode ter redução

A Comissão de Viação e Transportes aprovou substitutivo do deputado Mauro Lopes (PMDB-MG) ao Projeto de Lei 2462/03, do deputado Leonardo Mattos...

Proteção contra radiação ultravioleta em óculos de sol pode ser obrigatória

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou o Projeto de Lei 5534/05, do Senado, que torna obrigatória a proteção...

Acordo tributário entre Brasil e México pode ser efetivado

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou a convenção assinada entre o Brasil e o México para evitar a dupla tributação e...

Brasileiros no exterior poderão ser eleitos deputados

Brasileiros residentes no exterior poderão ser eleitos deputados federais caso seja aprovado o Projeto de Lei Complementar 309/05, do deputado...

Produto isento de glúten poderá trazer selo internacional

Os produtos alimentícios com o aviso "não contém glúten" deverão trazer também o símbolo internacional que caracteriza os alimentos isentos...

Temas relacionados

Notícias

Advocacia

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade