Câmara aprova estímulo ao aleitamento materno

Notícias - Diversos - Quarta-feira, 3 de agosto de 2005

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou hoje o Projeto de Lei 6915/02, do Senado, que regulamenta a comercialização de leites em pó, suplementos nutricionais, mamadeiras, bicos e chupetas.

A proposta proíbe a distribuição gratuita de amostras de mamadeiras, bicos, chupetas e suplementos nutricionais para recém-nascidos de alto risco. O texto veda ainda doações ou vendas a preços promocionais desses produtos em maternidades e instituições que atendem crianças.

Já as empresas que comercializam alimentos para crianças de até um ano de idade ficam obrigadas, pela proposta, a incentivar o aleitamento materno nos rótulos e nas propagandas de seus produtos. O relator do projeto na CCJ, deputado Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ), recomendou a aprovação da matéria. Segundo ele, o texto está dentro das normas de constitucionalidade, de juridicidade e de boa técnica legislativa.

Outra determinação do texto aprovado diz respeito a imagens de bebês. As empresas ficam proibidas de usar imagens de nenéns ou de figuras humanizadas nos rótulos. Além disso, os produtos não podem questionar a capacidade de amamentação das mães ou utilizar expressões que identifiquem o produto como mais adequado à alimentação infantil.

Na propaganda dos leites artificiais para crianças de até três anos, as empresas deverão incluir o seguinte texto: ´O Ministério da Saúde informa: o aleitamento materno evita infecções e alergias e é recomendado até os dois anos de idade ou mais`.

O projeto tramita em caráter conclusivo e foi aprovado sem alterações pela Câmara. O texto segue agora para sanção presidencial.

Matérias relacionadas

Rejeitado projeto sobre demissão por alcoolismo

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público rejeitou, em reunião encerrada há pouco, o Projeto de Lei 206/03, pelo qual a...

Tipificação do crime de terrorismo biológico será votada

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional poderá votar hoje o Projeto de Lei 1943/03, dos deputados Deley (PMDB-RJ) e Leonardo...

Meio Ambiente vota proibição de importação de bens usados

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável pode votar hoje, entre outras matérias, o Projeto de Lei 449/03, do deputado Antonio...

Família atacada por abelhas em Niterói será indenizada

Vítima de um ataque de abelhas num parque municipal de Niterói, uma família vai receber da prefeitura R$ 39 mil, por danos morais, além de ser...

Pit Bull Club do Brasil entra com mandado de segurança contra lei dos pitbulls

A Associação Brasileira de Proprietários e Criadores de Cães da Raça Pit Bull Terrier (Pit Bull Club do Brasil) entrou na tarde de hoje (dia 3...

Câmara aprova mudança em regras para eleições da OAB

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou hoje o Projeto de Lei 4838/05, do Senado, que altera as regras para as...

Conta de água pode ser individual em condomínios

A Comissão de Minas e Energia aprovou ontem o Projeto de Lei 787/03, do deputado Júlio Lopes (PPB-RJ), que institui a cobrança individual de...

Empregados do setor elétrico podem ter seguro

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público aprovou ontem o Projeto de Lei 4286/04, do deputado Celso Russomanno (PP-SP), que cria...

Torcedor condenado pode ter que ir à delegacia em dia de jogos

A Comissão de Turismo e Desporto aprovou ontem o Projeto de Lei 4914/05, do ex-deputado Rubinelli (PT-SP), que determina que o torcedor condenado...

Projeto obriga licitação para empresa que faz concurso

O Projeto de Lei 5583/05, do deputado Carlos Souza (PP-AM), torna obrigatória a realização de licitação para escolha de empresas que farão...

Temas relacionados

Notícias

Diversos

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade