Garantia de obras em rodovias e vias urbanas pode ser dobrada

Notícias - Direito Civil - Sexta-feira, 5 de agosto de 2005

O prazo de garantia para obras de infra-estrutura e de pavimentação de estradas e vias urbanas será aumentado para dez anos, caso seja aprovado o Projeto de Lei 5628/05, do deputado Hélio Esteves (PT-AC). De acordo com o Código Civil (Lei 10406/02) o empreiteiro responde pelos defeitos da obra por cinco anos.

Esteves argumenta que os serviços realizados com material de baixa qualidade contribuem para o péssimo estado de conservação das rodovias. O deputado avalia que as empreiteiras teriam mais cuidado na execução dessas obras se a legislação em vigor estabelecesse para elas um período de garantia maior.

O projeto obriga as empresas executoras de pavimentos a dimensionarem e executarem adequadamente todas as camadas da infra-estrutura e do revestimento – seja este asfáltico, de concreto ou de qualquer outro material – ´de forma que a durabilidade da obra como um todo nunca seja inferior a dez anos, sob pena de se responsabilizar por qualquer reparo que deva ser feito nesse período`.

Outros resultados positivos que Hélio Esteves espera com a aprovação do projeto são ´o aumento na segurança de nossas estradas, melhores condições de trafegabilidade e o aumento na vida útil dos veículos`.

O PL 5628/05 será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Viação e Transportes e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Valor de ações sujeitas a rito sumaríssimo pode aumentar

O valor máximo das ações trabalhistas que seguem o rito sumaríssimo poderá subir de 40 (R$ 12.000) para 60 salários mínimos (R$ 18.000). O...

Gastos com medicamentos podem vir a ser deduzidos do Imposto de Renda

A dedução de gastos com medicamentos de uso contínuo no Imposto de Renda é o tema do Projeto de Lei 5619/05, do deputado Humberto Michiles...

Comissão aprova projeto que regulamenta ocupação de imóvel

A Comissão de Desenvolvimento Urbano aprovou o Projeto de Lei 2658/03, que autoriza a concessão de uso especial para moradia a quem ocupar por...

Vigia pode ser obrigado a contribuir para o INSS como autônomo

Regulamentar a profissão de vigia é o objetivo do Projeto de Lei 5618/05, do deputado Durval Orlato (PT-SP). A profissão, de acordo com o projeto,...

Ônibus pode ter visor para mostrar velocidade a passageiro

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5587/05, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que obriga as empresas de ônibus interestadual a instalarem visor...

Advogados podem ter direito de falar em reunião de CPI

Os advogados de depoentes em comissões parlamentares de inquérito poderão ter direito de usar a palavra. É o que prevê o Projeto de Lei 5575/05,...

Escritório de advogadas sofre atentado em Mato Grosso

O escritório de advocacia de Adriane Marcon e Graziela Filipetto Bouchardet, no município de Lucas do Rio Verde, região norte de Mato Grosso,...

Comissão da OAB alerta para ilegalidade em instrução do TST

O presidente da Comissão de Tecnologia da Informação do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Alexandre Atheniense, encaminhou...

Comissão realizará debate sobre reestruturação da Funasa

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público realizará audiência para avaliar a situação atual e a reestruturação da Fundação...

Aprovadas mudanças em acordo sobre tráfego marítimo

A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional aprovou na semana passada a Mensagem 809/04, do Poder Executivo, que submete ao Congresso...

Temas relacionados

Notícias

Direito Civil

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade