Burocracia pode ser reduzida em crimes de patentes

Notícias - Direito Comercial - Quarta-feira, 24 de agosto de 2005

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou hoje por unanimidade o Projeto de Lei 3378/04, que reduz a burocracia na ação penal privada sobre crimes contra marcas, patentes, desenhos industriais e propriedade industrial. O projeto foi elaborado pela Comissão de Legislação Participativa com base em sugestão da Associação Brasileira de Propriedade Intelectual (ABPI). A aprovação seguiu a recomendação do relator, deputado Vicente Arruda (PSDB-CE).

A proposta pretende dirimir controvérsias da jurisprudência, tornando mais flexível a exigência de documentação nas ações. O projeto permite que seja usado não apenas o certificado de registro, cuja confecção é considerada demorada, mas também outros documentos oficiais aptos a comprovar a titularidade do direito, como carta patente, certidão emitida pela autoridade competente para a concessão do direito ou cópia da publicação da concessão do direito.

O projeto ainda reduz a burocracia para a prova da legitimidade da defesa de interesses de propriedade industrial. Nesse caso, os licenciados poderão apresentar o certificado de averbação do contrato feita pela autoridade competente ou o requerimento de averbação do contrato.

No julgamento de crimes de concorrência desleal, a proposta acaba com a exigência de prova do direito ao ofendido, como cartas, certificados, requerimento, publicação ou qualquer outro documento emitido ou publicado por autoridade ou órgão oficial. A justificativa é que os delitos de concorrência desleal - tais como publicação, prestação ou divulgação de afirmações falsas contra concorrente e emprego de meio fraudulento para desviar clientela - simplesmente prescindem da própria existência do direito.

O projeto ainda determina que o prazo de 30 dias para o ajuizamento da queixa-crime só tem sua contagem iniciada com a intimação da homologação do laudo pericial e não com a simples homologação do laudo. A determinação tem como objetivo observar os princípios da publicidade e do contraditório.

O projeto, que já foi aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, segue para a análise do Plenário.

Matérias relacionadas

Plebiscito sobre transposição do Rio São Francisco pode acontecer em 2006

A Comissão de Minas e Energia aprovou o Projeto de Decreto Legislativo 1561/05, do deputado Luiz Carreira (PFL-BA), que determina a realização, no...

Punição contra sonegadores pode ser facilitada

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou hoje o Projeto de Lei 3670/04, do deputado Paulo Rubem Santiago (PT-PE), que prevê a punição de...

Eletrônicos deverão consumir menos energia em estado de espera

A Comissão de Minas e Energia aprovou hoje a limitação em 1 watt do consumo de energia por aparelhos eletroeletrônicos operando em modo de...

Uso de detector de metais em ônibus é analisado em comissão

A Comissão de Viação e Transportes se reúne hoje para votar, entre outras matérias, o Projeto de Lei 3569/04, do deputado Fernando de Fabinho...

Transição de governo pode ter novas regras

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público analisa o Projeto de Lei 3423/04, do deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ), que regulamenta a...

Controle sobre substâncias e produtos químicos pode ser ampliado

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável analisa o Projeto de Lei 3921/04, que amplia o controle sobre substâncias e produtos...

STF mantém redução do número de vereadores

O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve, por dez votos contra um, a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que reduziu em 8.528 o número de...

Comissão rejeita nivelamento de tarifas de celular

A Comissão de Defesa do Consumidor rejeitou ontem o Projeto de Lei 4547/04, da deputada Maria Helena (PPS-RR), que proíbe descontos e planos de...

Segurança Pública aprova detenção sócio-educativa

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou o Projeto de Lei 1217/03, do deputado Paes Landim (PFL-PI), que institui a...

Servidor-candidato pode ter salário suspenso

A Comissão de Legislação Participativa decidiu transformar em projeto de lei uma sugestão que altera o Código Eleitoral (4737/65) para...

Temas relacionados

Notícias

Direito Comercial

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade