Radiodifusora que caluniou vereadora é condenada

Julgados - Dano Moral - Quarta-feira, 14 de setembro de 2005

A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou um conselho comunitário, proprietário de uma rádio em São Gonçalo do Sapucaí, a indenizar uma vereadora que teve sua imagem denegrida em programa da emissora.

Em 28 de janeiro de 2003, durante programa apresentado pelo padre da cidade, com a participação de vários ouvintes, a vereadora foi acusada de ser responsável pela transferência do pároco para outra localidade.

A vereadora sustenta no processo que os responsáveis pela rádio permitiram que as ofensas perdurassem por três horas, nada fazendo para que cessassem as acusações que lhe eram dirigidas pela população local, incentivada pelo locutor (o padre), e que lhe foi negado o direito de resposta.

Em razão disso, ela apresentou queixa-crime e todos os acusadores tiveram que se retratar publicamente, desdizendo as acusações caluniosas contra ela e sua família.

O desembargador Osmando Almeida, relator da apelação cível, condenou o conselho comunitário a indenizar a vereadora em R$6.000,00, para compensação do constrangimento sofrido, levando em conta que os fatos aconteceram à época em que ela exercia mandato político e teve seu nome e sua honra publicamente lesados pelo veículo de informação.

Ao fundamentar sua decisão, o relator sustentou que “o ato ilícito foi praticado pelo locutor no exercício das atividades da empresa de radiodifusão, quando permitiu e até incentivou os ouvintes a falarem a respeito da apelante, inclusive atingindo sua personalidade, buscando não só apoio para satisfação de seu ego, mas, acima de tudo, incitando os participantes do programa a prosseguirem nos comentários ofensivos.”

O revisor e o vogal, desembargadores Tarcísio Martins Costa e Antônio de Pádua, acompanharam, na íntegra, o voto do relator.

Matérias relacionadas

Seguradora culpada por falta de assistência médica em viagem ao exterior

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio condenou a American Express do Brasil Turismo e Corretagem de Seguros Ltda a pagar indenização...

Justiça do Rio conclui que remédio não prejudicou consumidora

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio negou provimento ao recurso de uma consumidora que pedia indenização por dano material e moral...

Empregado pode ser doméstico sem trabalhar em residência

Para ser caracterizado como doméstico, o serviço não precisa ser prestado na residência do empregador. Para os juízes da 3ª Turma do Tribunal...

Suspensos produtos manipulados de farmácia de Belo Horizonte

Está suspensa a comercialização e o uso de produtos manipulados pela Íris D’água Farmácia Homeopatia e Manipulação, de Belo Horizonte (MG),...

Lotes de amendoim são interditados pela Anvisa

A Anvisa interditou o lote 13 do amendoim da marca Zanfa’s, com data de validade até 10/11/2005, empacotado pela Distrizan Comércio Importação...

Dunas e falésias podem ter proteção ambiental

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou o Projeto de Lei 1197/03, do deputado João Alfredo (PT-CE), que estabelece...

Termina demanda milionária entre proprietário e trabalhadores rurais

Um acordo inédito põe fim a uma demanda de mais de R$ 12 milhões envolvendo a Fazenda Três Barras, na região de Araçatuba (SP), em curso há...

Processo válido se, após falecer um executado, inventariante é habilitado

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão que considerou, no caso de falecimento de um dos executados, que, tendo havido...

Ministério Público tem legitimidade para investigar policiais civis

O Ministério Público (MP) tem legitimidade para investigar policiais civis envolvidos com tráfico de drogas, cujos indícios do crime foram...

Prescrição de financiamento fraudulentamente se conta a partir da assinatura

O crime de obtenção de financiamento mediante fraude se consuma no momento da assinatura do contrato, que é a materialização da vontade da...

Temas relacionados

Julgados

Dano Moral

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade