Pagamento direto a conselho profissional pode ser proibido

Notícias - Diversos - Sábado, 17 de setembro de 2005

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5812/05, do deputado Ivo José (PT-MG), que proíbe as autarquias federais e os conselhos de fiscalização do exercício profissional (como os conselhos de medicina e odontologia) de receber diretamente as contribuições de seus associados. Pelo projeto, essas contribuições deverão ser pagas em banco credenciado, em conta vinculada especificamente para essa finalidade.

A intenção do deputado é facilitar aos tribunais de Contas a fiscalização da utilização dos recursos administrados pelas autarquias e conselhos. Ivo José acredita que o desvio de verbas é facilitado quando não há vínculo com conta bancária, e o dinheiro é apenas registrado na contabilidade das instituições.

Para o parlamentar, o problema é ainda mais grave quando se considera que todas as contribuições são, de uma maneira ou de outra, de natureza pública. Segundo ele, mesmo no caso dos conselhos profissionais, que muitos não consideram órgãos públicos, as contribuições são de caráter tributário.

O projeto tramita em caráter conclusivo nas comissões de Trabalho, Administração e Serviço Público; Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Refinarias privadas poderão receber ajuda da União

O Projeto de Lei 5811/05, do deputado Luciano Zica (PT-SP), determina que as refinarias de petróleo que recebam benefícios do governo sejam geridas...

Anatel pode ser proibida de realizar busca e apreensão de bens

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou o Projeto de Lei 15/03, da deputada Iara Bernardi (PT-SP), que proíbe a...

Empresas telefônicas podem ter de realizar ampla divulgação de suas tarifas

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou substitutivo ao Projeto de Lei 1985/99, que torna obrigatória a ampla...

Alunos de baixa renda poderão ter cota em universidade

As universidades públicas terão que reservar um percentual mínimo de vagas dos cursos de graduação para estudantes de baixa renda, se aprovado o...

Zoneamento de reservas e assentamentos pode ser obrigatório

A demarcação de terras indígenas, a criação de unidades de conservação e a implantação de assentamentos rurais poderão ocorrer somente em...

Rádios com até 1 km de alcance poderão ser liberadas

O uso de radiodifusores de baixa potência não precisará mais da autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), se for aprovado...

Validade de certificado de remédios pode ser duplicada

O prazo de renovação do Certificado de Boas Práticas de Fabricação no setor farmacêutico, que atesta se uma linha de produção de medicamentos...

Edital de vestibular poderá dizer se curso é reconhecido

O Projeto de Lei 5793/05, do deputado Jefferson Campos (PMDB-SP), obriga as instituições de ensino superior a publicar editais definindo as regras...

Audiência debaterá acordo para controle da Brasil Telecom

O presidente do Citibank no Brasil, Gustavo Marin, será convidado a participar de audiência pública promovida pela Comissão de Ciência e...

Oferta de medicamentos genéricos essenciais pode ser obrigatória

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou projeto que obriga farmácias e distribuidoras de remédios a colocar à...

Temas relacionados

Notícias

Diversos

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade