Edital de vestibular poderá dizer se curso é reconhecido

Notícias - Diversos - Sábado, 17 de setembro de 2005

O Projeto de Lei 5793/05, do deputado Jefferson Campos (PMDB-SP), obriga as instituições de ensino superior a publicar editais definindo as regras para seleção de candidatos aos diversos cursos que oferecem. Os editais deverão informar se os cursos são ou não reconhecidos pelo Ministério da Educação.

O autor da proposta explicou que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (9394/96) garante às universidades autonomia para criar e extinguir cursos, sem autorização prévia do MEC. "Não são poucos os casos de universidades que criam cursos que posteriormente não são reconhecidos. Cria-se então um grave problema para os estudantes neles matriculados, pois correm o risco de ser portadores de diploma sem valor legal", afirmou.

Jefferson Campos disse ainda que o projeto vai esclarecer aos candidatos os critérios de seleção e, dessa forma, dificultar a criação de cursos de baixa qualidade. Na opinião de Campos, as instituições privadas de ensino superior, em virtude da alta quantidade de vagas ociosas - cerca de 40% do total -, não criam regras para seleção de seu quadro discente, chegando a exaltar em suas publicidades a facilidade de ingresso. "Ao obrigá-las a divulgar os critérios de seleção e o reconhecimento ou não de seus cursos, os futuros estudantes estarão informados sobre os riscos que poderão correr, ao efetuarem matrícula em cursos não reconhecidos pelo Poder Público", defendeu o autor.

O Projeto, que tramita em caráter conclusivo, foi apensado ao PL 5149/01, que trata do mesmo assunto e foi apresentado pelos deputados Paulo Rocha (PT-PA) e Professor Luizinho (PT-SP). Na Comissão de Educação e Cultura, foi designado relator o deputado Severiano Alves (PDT-BA). Em seguida, os projetos seguem para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Audiência debaterá acordo para controle da Brasil Telecom

O presidente do Citibank no Brasil, Gustavo Marin, será convidado a participar de audiência pública promovida pela Comissão de Ciência e...

Oferta de medicamentos genéricos essenciais pode ser obrigatória

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio aprovou projeto que obriga farmácias e distribuidoras de remédios a colocar à...

Vegetação nativa poderá ser obrigatória em áreas públicas

A plantação de árvores nativas poderá ser obrigatória em áreas públicas, como ruas, avenidas, praças e parques. É o que prevê o Projeto de...

Documentos podem conter informação sobre tipo sangüíneo

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5783/05, do deputado Francisco Gonçalves (PTB-MG), que torna obrigatória a exibição do tipo sangüíneo e do...

Advertência em embalagem de creme dental sofre rejeição

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio rejeitou o Projeto de Lei 4823/05, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que obriga os...

Finanças aprova FGTS em uma parcela para maior de 60 anos

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o Projeto de Lei 3380/04, que reduz de 70 para 60 anos a idade mínima para uma pessoa receber, em...

Débitos de ocupantes de imóveis da União podem vir a ser parcelados

As pessoas que ocupam precariamente imóveis da União, mas que detêm o direito de preferência e inscrição na Secretaria de Patrimônio da União...

Preso com quase duas toneladas de droga tem liberdade negada

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou habeas-corpus a um homem preso em 2004, na Rodovia Castelo Branco, interior de São...

Ministro Edson Vidigal, Presidente do STJ, repudia matéria da revista Veja

Presidente do STJ é flagrado em relações suspeitas. Com esse título, a VEJA desta semana publica matéria...

Imposto de produto veterinário pode sofrer alteração

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o substitutivo do deputado Francisco Dornelles (PP-RJ) ao Projeto de Lei 2591/03, de autoria do...

Temas relacionados

Notícias

Diversos

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade