Serão demitidos 127 por nepotismo apenas em um tribunal

Notícias - Diversos - Sexta-feira, 21 de outubro de 2005

Obrigado há quatro meses pelo juiz da Quinta Vara da Fazenda Pública, Edvaldo José Palmeira, a cumprir lei estadual que determina a cessão de 50% dos seus 382 cargos de confiança a servidores efetivos, o Tribunal de Justiça de Pernambuco terá agora que demitir 127 parentes de juízes e desembargadores para se adequar à determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que deu prazo de 90 dias para pôr fim ao nepotismo no Judiciário.

Na semana passada, a Associação de Servidores do Poder Judiciário fez um apelo público ao CNJ caso o TJ-PE não exonerasse parentes de desembargadores. Um mapeamento feito pela Fundação Joaquim Nabuco e pela Associação de Juízes Pela Democracia (Fundaj) mostrou que 82% dos cargos comissionados do tribunal são exercidos por funcionários não concursados. Desse total, 40% são ocupados por parentes dos juízes.

No total, diz a pesquisa, os desembargadores pernambucanos empregam 99 parentes, sendo 41 filhos, 17 sobrinhos, quatro irmãos, sete esposas, nove genros ou noras, sete cunhados, dois sogros e até cunhado de filho. Os juízes também empregam 13 parentes. Conforme o estudo, seis desembargadores encabeçam a lista do nepotismo, cada um deles empregando cinco parentes. Eles engordam o orçamento de suas famílias em quantias que variam de R$ 19 mil a R$ 21 mil. O estudo foi coordenado pela pesquisadora Ronidalva Andrade de Melo, da Fundaj.

A lista não pára de crescer. Em 8 de outubro, o Diário Oficial de Pernambuco publicou 29 nomeações de servidores não concursados para cargos de confiança. Na lista, somente um desembargador, nomeou os dois filhos, a mulher e um irmão.

A medida, no entanto, é ilegal segundo o Secretário da Associação de Juízes pela Democracia, Carlos Magno: “O nepotismo afronta o princípio republicano, porque permite a patrimonialização do Estado. E afronta também os princípios da igualdade, da impessoalidade, da moralidade e da eficiência”. O TJ-PE não se pronunciou ontem sobre o assunto.

Matérias relacionadas

Medicamento para disfunção erétil tem propaganda suspensa

A Anvisa determinou a suspensão de qualquer propaganda, direcionada ao público leigo, do medicamento Vivanza (cloridrato de vardenafila), indicado...

Telefone fixo pode ter medidor de consumo

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática analisa projetos sobre pulso telefônico. Entre as outras propostas da pauta está...

Isenção de Imposto de Renda para pessoa física pode ser ampliada

A Comissão de Finanças e Tributação analisa o PL 5454/05, do deputado Vanderlei Assis (PP-SP), que prevê isenção do pagamento do Imposto de...

Importação de leite de vaca e seus derivados pode ser proibida

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio analisa o Projeto de Lei (PL) 6008/01, do deputado Agnaldo Muniz (PP-RO), que...

Programa de Proteção das Florestas Tropicais em debate

A implantação e os resultados do Programa-Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais do Brasil serão discutidos pela Comissão da Amazônia,...

Pena para trabalho escravo pode ser elevada

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público se reúne e poderá votar uma série de projetos, entre eles o Projeto de Lei 5016/05,...

Fraudes no futebol serão combatidas por nova lei

A Comissão de Turismo e Desporto realiza duas audiências públicas nesta semana para discutir a crise no futebol brasileiro, provocada pelas...

Educação aprova treinamento contra incêndio em escolas

A Comissão de Educação e Cultura aprovou o Projeto de Lei 3572/04, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que obriga as instituições de ensino...

Brasil e Cabo Verde podem ter acordo de aviação

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 1898/05, que recomenda a ratificação do...

Comissão aprova uso dos Correios em caso de calamidade

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou o Projeto de Lei 3067/04, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), que obriga a...

Temas relacionados

Notícias

Diversos

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade