Correção de FGTS de contas ativas não exige execução autônoma

Julgados - Direito Processual Civil - Terça-feira, 25 de outubro de 2005

A correção de contas vinculadas ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) pela Caixa Econômica Federal (CEF) é obrigação de fazer e não impõe a cobrança por meio de ação de execução autônoma. A decisão é da Primeira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que deu provimento ao recurso do correntista contra decisão do Tribunal Regional Federal da 1a Região (TRF-1).

O TRF-1 havia provido o recurso da Caixa para reformar a decisão que determinou, de ofício, a execução da sentença transitada em julgado. O tribunal também "afastou" uma multa diária pelo descumprimento da obrigação que sequer fora aplicada pelo juízo. "A CEF, utilizando-se, como de praxe, de petição-modelo na interposição do seu agravo de instrumento, requereu o afastamento de multa diária (astreinte) sequer cominada pelo juízo singular, equívoco esse não observado pelo Tribunal Regional, que acabou apreciando o pedido, dando-lhe provimento", afirmou a relatora, ministra Denise Arruda.

Quanto à possibilidade de execução de ofício da sentença que implica obrigação de fazer, e de se enquadrar a correção das contas de FGTS nesse tipo de obrigação, a relatora considerou a jurisprudência do STJ, que entende ser obrigação de fazer a correção relativa a expurgos inflacionários dos depósitos das contas ativas. "Na hipótese, porém, de já ter sido levantado o saldo do FGTS pelo respectivo titular, não existindo, portanto, a conta, caracterizar-se-á obrigação de dar (pagar em dinheiro), caso em que o julgado deverá ser cumprido segundo dispõe o artigo 604 do CPC", completou a ministra.

Para a ministra Denise Arruda, com as alterações feitas pela Lei 10.444/02, as normas relativas às obrigações de fazer e de não fazer do Código de Processo Civil assumiram caráter meramente subsidiário no norteamento do processo executivo dessas ações, dispensando o processo executivo autônomo.

Matérias relacionadas

Permitida a devolução de bens apreendidos de Editora

Está mantida a decisão que anulou a apreensão e determinou a devolução de bens e material didático à editora do Paraná, em ação que...

Acusado de matar por causa de comentário no Orkut obtém liberdade

Por falta de fundamentação no decreto de prisão, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu habeas-corpus a Luiz Jorge Júnior,...

Débito de ICMS pode ser quitado com precatórios devidos pelo Estado

A Vinícola Monte Lemos Ltda. obteve reconhecida pela 21ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul a possibilidade de ofertar ao...

Anulada decisão que determinava desconto de contribuição sindical

O Juiz de Direito Niwton Carpes da Silva, da 3ª Vara da Fazenda Pública da Capital, tornou sem efeito a sua decisão liminar em que determinava ao...

Salineira terá de pagar R$150 mil à família de vítima de atropelamento

O juiz Luiz Fernando de Andrade Pinto, da 10ª Vara Cível do Rio de Janeiro, condenou a empresa de ônibus Auto Viação Salineira, que atua na...

Empresa de ônibus punida por não socorrer passageiro agredido em assalto

A 46ª Vara Cível do Rio de Janeiro condenou a Viação Ideal a pagar R$ 12 mil de indenização por danos morais a Hilmar de Almeida Santos,...

Mandado de segurança não é substitutivo de ação de cobrança

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou provimento ao recurso de Maria Berenice Pinho da Silva interposto contra decisão do...

Garantida indenização a judoca que ficou tetraplégico durante treino

Ficou mantida a decisão que garantiu indenização ao judoca angolano Rui Nuno Fernandes. O ex-atleta, residente no Rio de Janeiro, ganhou o direito...

Bem de família é penhorável por débitos previdenciários com doméstico

Na exceção legal da "penhorabilidade" do bem de família não se incluem os débitos previdenciários que o proprietário do imóvel possa ter em...

Título de compra e venda sem registro é hábil para comprovar usucapião

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve decisão de segunda instância que reconheceu a usucapião ordinária em um imóvel cujos...

Temas relacionados

Julgados

Direito Processual Civil

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade