Administração de Estádio condenada por roubo de moto em feira

Julgados - Direito Civil - Quarta-feira, 9 de novembro de 2005

A Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou a Administração de Estádios do Estado de Minas Gerais (Ademg) a indenizar A.A.B. em R$ 7.154,50 em razão do roubo de sua moto durante a feira de veículos do Estádio Mineirão. Segundo os desembargadores, com base na Constituição Federal, a administração pública responde pelos danos causados a terceiros.

De acordo com o boletim de ocorrência, no dia 4 de abril de 2004, um suposto comprador não identificado experimentava a moto dentro do estacionamento quando, inesperadamente, fugiu em disparada pela portaria, levando a motocicleta.

A Ademg argumentou em sua defesa que o furto ocorreu por descuido do vendedor que entregou as chaves da moto a pessoa desconhecida. Entretanto, para o relator do processo, desembargador Wander Marotta, o órgão público é responsável pelo incidente que aconteceu em um evento no estacionamento administrado por ele.

O desembargador ressaltou que, “para participar da feira, era necessário que o interessado adquirisse um ingresso, no valor de R$ 3,00. A Ademg, porém, não exigiu nenhum ingresso ou documento do autor do furto, que saiu com a moto, sem encontrar nenhum empecilho por parte dos organizadores”.

Para o magistrado, o fato foi originado por falha da máquina administrativa: “A Ademg, ao promover uma feira, cobrando ingresso dos interessados, deveria criar um mecanismo de controle para evitar o furto e dano de veículos que ali estão expostos”.

Matérias relacionadas

Empresa que recusou nota de R$ 10 pagará R$ 5 mil de indenização

Uma passageira que teve uma nota de R$ 10,00 recusada num ônibus da Viação União vai receber R$ 5 mil de indenização por danos morais. A...

Petrobras condenada a indenizar pescadores da Baía de Guanabara

A 3ª Vara Cível do Rio de Janeiro condenou a Petrobras a pagar indenização para pescadores da Baía de Guanabara pelos prejuízos que lhes foram...

Empresa de ônibus é condenada por imperícia de funcionário

A 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis do Rio, por unanimidade, confirmou a sentença do juiz Paulo Roberto Corrêa, do 9º Juizado...

Igreja Universal terá de pagar indenização a Empresa de Transportes

A 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a pagar indenização de R$ 3.947,28, por danos...

Aderente de demissão voluntária não pode ser reintegrado ao serviço público

Ex-servidor público que aderiu a plano de demissão voluntária não tem o direito à anistia nem à reintegração ao serviço público. Esse...

Negado habeas-corpus a aposentado acusado de tráfico de órgãos

Os ministros da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitaram, em votação unânime, recurso em habeas-corpus em favor do...

Estupro e atentado violento ao pudor formam concurso material

Os crimes de estupro e atentado violento ao pudor, embora pertençam ao mesmo gênero, de ato libidinoso, não são da mesma espécie, portanto podem...

Não há indenização por desapropriação de áreas de preservação ambiental

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou incabível a indenização sobre as áreas de preservação ambiental em...

Negado habeas-corpus a médica acusada de homicídio culposo

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), à unanimidade, não concedeu habeas-corpus à médica obstetra denunciada pela prática, em...

Participante do programa Show do Milhão será indenizada em R$ 125 mil

Participante do programa "Show do Milhão" que alegava ter sofrido dano moral e material em decorrência de pergunta mal-formulada teve o valor da...

Temas relacionados

Julgados

Direito Civil

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade