Justiça do Rio manda Telemar restituir assinatura paga por cliente

Julgados - Direito do Consumidor - Quarta-feira, 16 de novembro de 2005

A Telemar foi condenada pela 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais Cíveis do Rio a restituir a Leopoldina Leoni Santos a quantia referente à assinatura que cobra mensalmente. A empresa usa esse termo para justificar uma cobrança fixa entendida como abusiva pelos juízes, já que constitui pagamento desvinculado do serviço efetivamente prestado.

“Ora, a remuneração pelo consumidor das atividades ordenadas para a disponibilização dos serviços de telefonia é feita mediante o pagamento da ‘tarifa de habilitação’, essa sim constitucional”, afirma Brenno Mascarenhas, juiz relator do processo.

Para fundamentar o voto, os juízes utilizaram o Código de Defesa do Consumidor e citaram, entre outros, os artigos 4º caput e 6º, inciso III, que elevam à categoria de direitos básicos do consumidor a informação clara sobre composição do serviço e do seu preço e a transparência na relação entre fornecedor e destinatário do serviço e também o artigo 22, que obriga os concessionários de serviço público, tais como a Telemar, a prestar seu serviço de forma adequada e contínua.

“Dessa forma, afigura-se ilegal e inconstitucional a cobrança da tarifa em pauta”, conclui Brenno Mascarenhas, que contabilizou para a restituição todas as cobranças feitas a Leopoldina desde junho de 2004 até novembro de 2005, além de impedir a Telemar de continuar a efetuar cobranças a título de assinatura para essa consumidora, sob pena de multa de R$ 100,00 por cobrança indevida.

Matérias relacionadas

C&A condenada por acidente em escada rolante

A 3ª Vara Cível do Rio de Janeiro condenou a C&A Modas a pagar R$ 35 mil de indenização por danos morais à estudante Amanda Carla da Silva...

Tetraplégico ganha ação contra Gol por cadeira de rodas danificada em viagem

A 10ª Vara Cível do Rio condenou a Gol Transportes Aéreos a pagar indenização de R$ 10.040, por danos morais e materiais, ao tetraplégico...

Casa de Saúde condenada a indenizar família de paciente morta por agressão

A juíza Mariana Moreira Tangari Baptista, em exercício na 29ª Vara Cível do Rio, condenou a Casa de Saúde Grajaú a pagar uma indenização de...

Família ganha ação contra a Varig por constrangimento

Um casal ganhou R$ 12 mil por danos morais em uma ação na 13ª Vara Cível do Rio contra a Varig. Ricardo de Moraes Monteiro e Mirna Portella...

Justiça manda Estado pagar R$ 600 mil à família da diretora de Bangu I

A família de Sidneya Santos de Jesus, diretora de Bangu I assassinada em frente à sua casa, em 2000, conseguiu mais uma vitória na Justiça do...

Republicação de fotos após demissão do fotógrafo gera indenização

Jayme Câmara Irmãos S/A terá de pagar indenização por danos morais no valor de R$ 26 mil a Cláudio Alves Pereira, ex-repórter fotográfico...

Repórter-cinematográfico consegue ser enquadrado como jornalista

A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve a decisão regional que enquadrou como jornalista um repórter-cinematográfico que...

Veículo de trabalho não pode ser apreendido por débito trabalhista

O Tribunal Superior do Trabalho impugnou ordem de apreensão de uma camioneta, cuja penhora foi determinada para assegurar o pagamento de débito...

Vale-alimentação com desconto simbólico não integra salário

O vale-alimentação, quando não é fornecido gratuitamente pela empresa, é parcela de natureza indenizatória, e não salarial, não podendo,...

Embratel não é responsável por ligação causada por vírus da Internet

Quem navega na Internet deve utilizar um anti-vírus para evitar a contaminação da máquina, cujas conseqüências não se limitam apenas à...

Temas relacionados

Julgados

Direito do Consumidor

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade