Deputado defende proibição de animais em circos e rodeios

Notícias - Direito Ambiental - Quinta-feira, 9 de junho de 2005

O relator do Código Nacional de Proteção aos Animais (Projeto de Lei 1647/03), deputado Sarney Filho (PV-MA), pretende proibir a exibição de animais em circos e rodeios.

Em audiência pública sobre a proposta, realizada hoje de manhã pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, o relator anunciou que a proibição estará no substitutivo ao texto original do deputado Pastor Reinaldo (PTB-RS).

Sarney Filho declarou que é preciso acabar com a crueldade contra os animais, pois há uma relação entre a violência contra os bichos e contra as pessoas, analisa.

A diretora-geral da Associação Protetora dos Animais do Distrito Federal (ProAnima), Simone de Lima, afirmou na audiência que há estudos comprovando que o uso de animais em espetáculos causa-lhes sofrimento. Ela disse ainda que o projeto contém alguns avanços, como a proibição do abandono de qualquer animal, mas está aquém da legislação em vigor.

Simone de Lima sugeriu que o projeto aborde a violência doméstica contra animais. Segundo a diretora, nas residências em que há esse tipo de ocorrência, a violência se dirige indistintamente contra pessoas e animais. ´Espancam-se os animais, a mulher, a sogra idosa`, comentou. Ela sugeriu que a violência doméstica em geral seja enfrentada de forma conjunta.

O representante do Conselho Federal de Medicina Veterinária na audiência, José Guilherme da Motta, considera o projeto oportuno, porque organiza a legislação que hoje é esparsa. No entanto, Motta acredita que a proposta poderia avançar mais. Ele reclamou que a utilização de agrotóxicos, o desmatamento e a biopirataria - questões que prejudicam os animais - não são tratados no texto.

Já o representante do Ministério da Agricultura, Fernando José Ferreira da Silva, afirmou que o Brasil possui uma legislação adequada para proteção dos animais, que nem sempre é respeitada, até por falta de conhecimento. A discussão de uma nova lei de proteção aos animais constitui-se na oportunidade para a internalização dos novos conceitos de bem-estar animal que foram ou estão sendo implementados em muitos países, avaliou.

O deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) lamentou que, apesar da aprovação da Lei de Biossegurança (Lei 11105/05), ainda não existe no País um sistema nacional sobre o assunto. O problema, segundo ele, aumenta as chances de o Brasil ser acometido por epidemias que surgem em outros países, como a gripe asiática que ataca o frango.

Gabeira observou que, por causa do crescimento do comércio internacional, aumentou o intercâmbio de microorganismos entre os países. Muitos deles são exportados no casco de navios, exemplificou. Não adianta protegermos os animais de maneira emocional. É preciso que se estabeleça uma proteção científica, defendeu.

O deputado sugeriu também a municipalização da política para os animais. De acordo com o parlamentar, a medida tornaria a proteção das espécies mais ´capilarizada` e eficiente. Gabeira propôs ainda a criação de um selo verde para certificar as empresas que produzem carne de maneira ´mais civilizada`, minimizando o sofrimento dos animais criados para abate.

Matérias relacionadas

Contas poderão ter informação sobre inexistência de débitos anteriores

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou Projeto de Lei 2350/03, que obriga as concessionárias de energia elétrica,...

Comissão aprova ressarcimento de tarifas a aposentados

A Comissão de Finanças e Tributação aprovou o Projeto de Lei 2620/03, do deputado Eduardo Paes (PSDB-RJ), que obriga o Instituto Nacional de...

Claro promete incluir número do Procon em contas

O presidente da operadora de telefonia Claro, Luis Cosio, comprometeu-se a disponibilizar nas contas enviadas aos usuários os números de telefone...

Direitos Humanos aprova pena em invasão de terra indígena

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias aprovou hoje o Projeto de Lei 3352/04, do deputado Eduardo Valverde (PT-RO), que tipifica como crime a...

Aprovado em comissão sigilo para quem denunciar corrupção

A Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público aprovou nesta manhã projeto de lei (4469/04) que garante sigilo e proteção para quem...

Projeto permite cancelar contrato de celular roubado

Os consumidores poderão solicitar o cancelamento de contrato firmado com a prestadora de telefonia celular em caso de roubo, furto ou extravio do...

Comissão aprova projeto que beneficia vítima de clonagem

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou ontem o Projeto de Lei 4260/04, do deputado Antônio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP), que isenta as...

Projeto obriga pedágios a terem guichês para motos

Praças de pedágios terão que criar guichês exclusivos para motos, se for aprovado o Projeto de Lei 5077/05, que está sendo analisado pela...

Funcionários de pedágio poderão receber adicional de insalubridade

Pessoas que trabalham como caixa ou atendente de pedágio poderão receber adicional de insalubridade, caso seja aprovado o Projeto de Lei 4986/05,...

Idoso poderá ter isenção de pedágio

Os idosos poderão ficar isentos do pagamento de pedágio em rodovias federais, viadutos e pontes. A medida está prevista no Projeto de Lei 4508/04,...

Temas relacionados

Notícias

Direito Ambiental

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade