Lexmark perde disputa judicial sobre cartuchos

Notícias - Direito Internacional - Sexta-feira, 10 de junho de 2005

A fabricante de impressoras Lexmark perdeu uma disputa judicial nos Estados Unidos e não conseguiu impedir que outras empresas fabriquem cartuchos remanufaturados e os vendam por preços menores.

A disputa teve início em dezembro de 2002, quando a Lexmark processou a companhia Static Control Components (SCC), que faz chips eletrônicos utilizados por fabricantes de cartuchos remanufaturados. Os chips permitiam o reconhecimento automático dos cartuchos quando substituídos.

Segundo a Lexmark, a empresa teria violado a lei de direitos autorais com a produção, uma vez que os chips incluem software da Lexmark, que é protegido.

O software permite a comunicação entre as impressoras e os cartuchos de toner. Sem ele, os toners recondicionados não poderiam trabalhar nas impressoras da marca.

O caso continuará tramitando na Corte Distrital dos Estados Unidos e uma nova audiência deve ser marcada. A SCC tentará fechar acordo com a Lexmark em julho, mas caso a tentativa não seja bem-sucedida, o caso poderá ir a julgamento no ano que vem.

A Lexmark informou que o caso diz respeito a métodos impróprios utilizados por concorrentes para interferir nos acordos com clientes sobre a reciclagem e remanufaturamento de toners.

Matérias relacionadas

Voz do Brasil poderá ter horário flexível

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 5123/05, do deputado Medeiros (PL-SP), que permite, em caso de situação de emergência ou estado de calamidade...

Bloqueio de identificação de chamadas poderá ser proibido

As operadoras de telefonia fixa ou móvel não poderão oferecer aos seus assinantes serviço ou equipamento de bloqueio de identificação de...

Comissão aprova gerador de energia em casas de espetáculo

A Comissão de Desenvolvimento Urbano aprovou o substitutivo do deputado João Magno (PT-MG) ao Projeto de Lei 4537/04, que torna obrigatória a...

Crimes contra advogados podem vir a ter foro federal

Os crimes praticados contra advogados no exercício de suas funções podem passar para a competência da Justiça Federal. A mudança está prevista...

Em análise a isenção total de ICMS a jornais e livros

A Comissão de Finanças e Tributação está analisando, inclusive quanto ao mérito, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 244/05, do Senado, que...

Fabricantes poderão ter de recolher medicamentos vencidos

As empresas farmacêuticas, laboratórios e fabricantes de remédios poderão ser obrigados a substituir os medicamentos existentes nas farmácias,...

Projeto exige cone de sinalização em veículos de carga

Os veículos de carga terão que portar cones reflexivos para sinalizar as vias quando houver queda de materiais que estejam transportando.

A...

SPC poderá ter prazo para excluir quem quitar débito

A Câmara vai analisar o Projeto de Lei 5271/05, que obriga os serviços de proteção ao crédito a retirarem de seus bancos de dados, no prazo de...

Projeto isenta eventos beneficentes de direitos autorais

A encenação de peças teatrais e a execução musical, quando realizadas com propósito beneficente por entidade sem fins lucrativos, serão...

Violência e sexo na TV podem ser proibidos antes das 21h

Desenhos e outros programas de TV exibidos até as 21 horas poderão ser proibidos de conter cenas que mostrem armas de fogo ou se refiram a elas e...

Temas relacionados

Notícias

Direito Internacional

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade