Mantida ordem de prisão a envolvido em ilegalidades na construção do TRT

Julgados - Direito Penal - Terça-feira, 26 de julho de 2005

Está mantido o mandado de prisão contra o empresário José Eduardo Teixeira Ferraz, acusado junto com o juiz Nicolau dos Santos Neto, o ex-senador Luiz Estevão de Oliveira e o empresário Fábio Monteiro de Barros Filho de prática de corrupção ativa e passiva, estelionato e formação de quadrilha, pelo episódio do desvio de recursos públicos para a construção da sede do Tribunal Regional do Trabalho em São Paulo.

O vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira, negou liminar em que a defesa pretendia a expedição de contramandado de prisão para a divisão de capturas de São Paulo.

O pedido foi feito em petição avulsa à Ação Penal 247, cujo julgamento foi sobrestado pela Corte Especial, em abril passado. Na ocasião, a ação penal foi sobrestada, por unanimidade, até o julgamento do habeas-corpus impetrado pela defesa do co-réu Luiz Estevão de Oliveira no Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro Peçanha Martins, relator da ação penal, levando questão de ordem, no início do julgamento na Corte, informando que a Segunda Turma do STF havia suspendido o andamento do habeas-corpus em favor de Luiz Estevão, para aguardar a solução definitiva das Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIn) 2797 e 2860. Elas discutem a validade do artigo 84 do Código de Processo Penal (CPP), alterado pela Lei nº 10.628/02, sobre prerrogativa de foro de ex-autoridades. A Corte, por unanimidade, decidiu, então, sobrestar o julgamento da ação.

A liminar concedida pelo presidente do STF, ministro Nelson Jobim, para ´suspender os efeitos do acórdão do STJ e impedir a remessa da Ação Penal 247/SP ao TRF da 3ª Região, até o julgamento final deste writ`, permanece em vigor. A liminar é conflitante com a decisão da Corte Especial do STJ proferida na sessão de 15/10/2003, na qual ficou assentada a competência do TRF-3ª Região para o julgamento da ação.

A próxima sessão da Corte Especial do STJ está marcada para 1º de agosto, quando ocorre a abertura do segundo semestre judiciário.

Matérias relacionadas

Esclarecida no TST duração de jornada de operador cinematográfico

As condições da jornada diária de trabalho dos operadores cinematográficos previstas na legislação não se resumem às seis horas de...

Mantida anulação de cláusula prejudicial a empregado

A Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve a decisão regional que condenou a Indústria Brasileira de Bebidas Spaipa S/A a pagar horas...

Mantida pensão a dentista incapacitado por descarga elétrica

A empresa Rio Grande Energia (RGE) teve negado no Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedido de liminar que pretendia suspender o pagamento de...

Administrador acusado de ferir advogado continuará preso

Negada liminar a Gustavo Carneiro, administrador de empresas acusado de ter ferido um advogado com um copo de vidro no olho direito. O ministro...

Permanecerá preso bombeiro acusado de matar por dívida de R$ 600

O bombeiro R.A.S., acusado de assassinar J.R.M.G. por dívida de R$ 600, teve negado pedido para aguardar o julgamento de seu caso em liberdade. O...

Universidade pode não renovar matrícula de estudante transferido

Entendendo presentes os requisitos que autorizam a concessão da medida, de vez que, já admitido o recurso especial e tendo em vista que a tese nele...

VW condenada a pagar indenização por danos morais durante 10 anos

Para os juízes da 6ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-SP), a indenização por dano moral pode ser dividida em...

Vale-transporte insuficiente garante indenização

Para os juízes da 4ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-SP), o fornecimento insuficiente de vale-transporte configura falta...

Inconstitucional lei que permite contratação de psicólogos em Santo Augusto

O Órgão Especial do TJRS decidiu que é inconstitucional a Lei nº 1759/05, do Município de Santo Augusto, que autorizou o Poder Executivo a...

Mulher obtém direito a circular com seu cão em elevador de condomínio

Ainda que acolhidas por maioria ou totalidade dos moradores, regras condominiais não podem adquirir caráter incontestável. O entendimento,...

Temas relacionados

Julgados

Direito Penal

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade