Diciona

Ministro diz que fim da assinatura básica será gradativo

Notícias - Direito do Consumidor - Quarta-feira, 5 de Outubro de 2005

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, declarou que já se pode imaginar o fim da assinatura básica, mas não agora. "Vamos por etapas, em um processo gradativo para não prejudicar o andamento das empresas, pois caberia ao governo cobrir o rombo caso isso acontecesse de imediato."

O ministro ressaltou que, por mês, a assinatura básica traz para as empresas R$ 1,6 bilhão de receita, o que representa 33% do faturamento.

Durante a audiência pública na Comissão Especial das Tarifas de Telefonia Fixa, Hélio Costa chamou atenção para o telefone via internet. "É uma verdadeira revolução que vai acabar com a telefonia fixa." O ministro mostrou a capa da revista inglesa The Economist, que fala sobre a inovação. Costa assinalou que no Brasil há 10 milhões de conexões na internet, sendo 2,5 milhões de banda larga, o que possibilita a ligação via computador. "As empresas terão de conviver com essa realidade e não vão poder ´sentar` na assinatura básica."






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato