Demitidos por acesso a pornografia na Noruega são indenizados

Notícias - Direito Internacional - Quarta-feira, 4 de maio de 2005

A Corte Suprema da Noruega recusou o recurso da Conoco Philips referente à demissão de dois de seus funcionários por visitarem sites pornográficos durante o expediente.

No início de 2002, dois funcionários da empresa norte-americana de energia foram despedidos após serem pegos visitando sites pornográficos no ambiente de trabalho. Ambos entraram na justiça e ganharam a causa contra a empresa.

A companhia recorreu da decisão argumentando que o acesso aos sites de pornografia violou a política da empresa.

A corte da Noruega negou o recurso e ainda decidiu que os ex-funcionários receberão, cada um, uma indenização de 40 mil dólares (cerca de 100 mil reais) da companhia.

Matérias relacionadas

Comissão aprova proibição de venda casada em licitação

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou o Projeto de Lei 1739/03, que desvincula a compra de hardware e software...

Projetos modificam abertura e acondicionamento de latas de bebidas

A Comissão de Seguridade Social e Família vai realizar audiência pública para discutir o Projeto de Lei 3418/00, do deputado Edison Andrino...

Parentes de vítimas poderão receber cópia da sentença penal

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) vai estudar o Projeto de Lei 4918/05, que determina o envio de cópia da sentença...

Cursos para renovar carteira de motorista podem acabar

A Câmara analisa o Projeto de Lei 4848/05, do deputado José Carlos Araújo (PFL-BA), que propõe o fim da exigência de cursos de primeiros...

Comissão aprova fim de buzina e retrovisor em bicicleta

A Comissão de Viação e Transportes aprovou o Projeto de Lei 2956/04, do deputado Inocêncio Oliveira (PMDB-PE), que altera o Código de Trânsito,...

Projeto obriga mostrar identidade na compra com cartão

A Câmara analisa projeto de lei que torna obrigatória a apresentação de documento de identidade nas compras com cartões de crédito e de...

Especialistas discutem a realização do aborto sem boletim de ocorrência

Especialistas discutem em Recife alternativas para substituir a exigência do boletim de ocorrência por outro documento que permita a realização...

Caixa-preta poderá ser obrigatória em ônibus e caminhões

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 5003/05, do deputado Cabo Júlio (PMDB-MG), que torna obrigatório o uso de equipamento eletrônico de gravação...

Pesquisa revela que Justiça trabalhista é a menos congestionada

Dados levantados pela ampla pesquisa do Poder Judiciário, que será apresentada no Supremo durante o seminário ´A Justiça em Números -...

BB ajuiza ação no Supremo para impedir que Procon interdite agências

Chegou ao Supremo Tribunal Federal Ação Cautelar proposta pelo Banco do Brasil S/A em que a instituição pede a garantia do funcionamento de todas...

Temas relacionados

Outras matérias


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade