Segurança em julgamentos pode ser fortalecida

Notícias - Direito Processual Penal - Quinta-feira, 16 de junho de 2005

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 5262/05, da deputada Juíza Denise Frossard (PPS-RJ), que prevê a ampliação da segurança da vítima, das testemunhas e dos peritos envolvidos em julgamentos de crimes dolosos contra a vida, como é caso de homicídios.

Pelo projeto, quando houver riscos para essas pessoas e para o réu, o julgamento do processo pode ser transferido para outra comarca, o que é tecnicamente chamado de desaforamento.

Hoje o pedido de desaforamento é prerrogativa apenas do réu ou dos juízes e promotores que se sintam ameaçados.

Segundo a deputada, nos dias atuais, quando o crime se organizou e a ousadia dos criminosos não encontra paralelo na nossa história, a segurança pessoal das vítimas, das testemunhas e dos peritos, pode sofrer sérias ameaças, como tem acontecido.

O desaforamento também pode ser solicitado pelo réu e o Ministério Público se o julgamento não se realizar dentro do período de um ano, contado do recebimento do libelo, que é o documento em que o Ministério Público indica as acusações contra o indiciado.

O desaforamento é decidido sempre pelo Tribunal de Justiça do estado onde é processado o julgamento.

Segundo o projeto, em qualquer caso em que for solicitado o desaforamento, serão suspensos todos os prazos, inclusive o da prisão do réu. De acordo com a deputada, essa medida é recomendável para evitar a repetição de atos processuais.

A proposta também determina que não será necessário ouvir o procurador-geral de Justiça, mas apenas o membro do Ministério Público que estiver atuando no julgamento na instância superior.

O projeto será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania em caráter conclusivo.

Matérias relacionadas

Contratação de perito não-concursado pode ser proibida

O Projeto de Lei 4325/04, que proíbe o uso dos serviços de peritos não-oficiais, foi aprovado na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço...

Idoso pode ter garantia de prioridade na restituição do IR

A prioridade para pessoas com 60 anos ou mais receberem a restituição do Imposto de Renda, que teve início neste ano por resolução da Receita...

Comissão obriga Procons a divulgarem empresas irregulares

A Comissão de Defesa do Consumidor aprovou o Projeto de Lei 4867/05, que torna obrigatória a divulgação do cadastro de empresas que não...

Segurança autoriza polícias a usarem torre de celular

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou, na última quarta-feira (15), projeto de lei que autoriza as polícias...

Quem vender gasolina adulterada poderá ter registro cassado

Os estabelecimentos que comercializarem combustíveis adulterados podem perder o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e o do registro da...

Direito de inversão do ônus da prova pode ser ampliado

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5173/05, do deputado Celso Russomanno (PP-SP), que autoriza a inversão do ônus da prova em favor do consumidor,...

Projeto concede isenção de visto entre Brasil e Honduras

Os cidadãos do Brasil e de Honduras que possuam passaporte comum ficarão parcialmente isentos da obrigação de visto em viagens entre os dois...

Projeto prevê instalação de telefones para surdos

Os portadores de deficiências auditivas poderão fazer uso de telefones públicos especiais caso seja aprovado o Projeto de Lei 5264/05, do deputado...

Audiência vai debater venda irregular de avestruzes

A Comissão de Defesa do Consumidor vai realizar audiência pública para discutir e esclarecer práticas irregulares na comercialização de...

Projeto obriga banco a oferecer banheiro e bebedouro

Agências bancárias em todo o território nacional serão obrigadas a oferecer banheiros e bebedouros aos usuários, caso seja aprovado o Projeto de...

Temas relacionados

Notícias

Direito Processual Penal

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade