Diciona

Detector de metais em escola pública poderá ser obrigatório

Notícias - Diversos - Quarta-feira, 6 de Julho de 2005

A instalação de detectores de metais nas entradas de escolas públicas poderá se tornar obrigatória, caso o Projeto de Lei 5316/05, da deputada Zelinda Novaes (PFL-BA), seja aprovado.

O objetivo da proposta é prevenir a violência dentro dos estabelecimentos de ensino público, onde, de acordo com pesquisa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), 35% dos alunos e 29% dos funcionários em seis capitais brasileiras já viram algum tipo de arma dentro da escola.

Para a deputada, os números da pesquisa da Unesco demonstram que o estudante brasileiro tem um potencial para a agressividade. O levantamento mostra que as armas mais comuns nas escolas públicas são as denominadas brancas, como canivetes (21%), facas (13%) e punhais (4%).

A parlamentar argumenta que, ´mesmo não sendo arma de fogo, o aluno considera que carregar esses instrumentos representa virilidade, poder, intimidação ou defesa contra a insegurança`.

O PL 5316/05 tramita em caráter conclusivo pelas comissões de Educação e Cultura; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato