Mercadoria pode ser importada por leasing sem recolhimento prévio do ICMS

Julgados - Direito Tributário - Segunda-feira, 11 de julho de 2005

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Edson Vidigal, concedeu liminar à Sociedade Técnica de Perfuração S.A, permitindo que a empresa retire da aduana equipamentos importados por meio de leasing sem a necessidade de pagamento prévio de Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A mercadoria, que será utilizada no cumprimento de contra to com a Petrobrás, não havia sido liberada pela Receita fluminense em razão do não-recolhimento do tributo.

A concessão da liminar, pedida em medida cautelar, conferiu efeito suspensivo ao recurso especial que havia sido interposto pela empresa e que ainda será apreciado pelo STJ. Ou seja, a cautelar suspendeu a decisão tomada anteriormente pelo Tribunal de Justiça do Rio do Janeiro (TJRJ) que havia considerado legal a exigência de pagamento do ICMS.

Na cautelar ajuizada no STJ, a empresa alegou que o inciso VIII do artigo 3° da Lei Complementar n° 87/96 garante o direito ao não-recolhimento do imposto quando se tratar de mercadoria importada decorrente de contrato de leasing. Informou que foi intimada pela Receita fluminense no último dia 29 de junho a apresentar toda documentação relacionada à importação dos equipamentos.

Nessa comunicação, foi alertada de que a falta do comprovante de recolhimento de ICMS ensejaria o lançamento do crédito tributário e a respectiva inscrição na dívida ativa, medidas que causariam dano de difícil reparação à empresa.

Na apreciação da liminar, o ministro Edson Vidigal entendeu que a empresa conseguiu, por meio dos fundamentos apresentados e documentos juntados aos autos, atender os pressupostos que autorizam a concessão da medida: fumus boni iuris (fumaça do bom direito) e periculum in mora (perigo na demora).

O ministro ressaltou ainda que as razões do recurso especial interposto pela companhia parece que terão êxito porque a tese por ela defendida é semelhante ao entendimento pacífico no STJ, segundo o qual não incide ICMS sobre a importação sob regime de arrendamento mercantil (leasing).

O ministro ponderou ainda não haver perigo de irreversilibidade dos efeitos da medida, uma vez que ´no eventual desprovimento do recurso especial, dispõe a Fazenda Estadual de meios suficientes à satisfação de seu crédito`.

O mérito da liminar será apreciado pelo ministro João Otávio de Noronha, que poderá referendar ou revogar a decisão. O mesmo ministro também julgará o mérito da medida cautelar.

Matérias relacionadas

Peculiaridade de caso leva à trânsito em julgado de sentença estrangeira

As peculiaridades de um pedido de homologação de sentença de divórcio proferida em New Jersey, Condado de Hudson, Estados Unidos, levou o...

Não cabe ao STJ analisar recurso contra decisão declinatória de competência

Os autos de mandado de segurança impetrado pela empresa Amplimatic S/A Indústria e Comércio não permanecerão no Tribunal Regional Federal da 3ª...

Perda de gratificação por difícil acesso não gera dano moral

Professora municipal que prestou concurso para atuar em região de ´difícil acesso`, recebendo gratificação, não tem direito a continuar...

Gratificação por produtividade só pode ser garantida se houver comprovação

Executar função, por si só, não garante a servidor público recebimento de gratificação por produtividade individual, pois se sabe que a...

Gratificação habitual integra salário e décimo terceiro

As gratificações pagas habitualmente aos trabalhadores têm natureza salarial e devem integrar o décimo-terceiro salário, mas não incidem sobre...

Parte que induziu julgador em erro é multada pelo TST

A Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho aplicou multa e condenou o Banco Banerj S.A. ao pagamento de indenização correspondente a 20% do...

Trabalho rural e urbano é contado igualmente para aposentadoria

Não é permitida a distinção entre a contagem de tempo de trabalho urbano e rural para fins de complementação de aposentadoria. A declaração...

STJ não julga demissão determinada por presidente de Tribunal de Justiça

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Edson Vidigal, negou seguimento ao mandado de segurança impetrado por Sebastião...

Licitação para equipamentos de informática deve ser por preço e técnica

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) entendeu correta a anulação de edital de licitação da Telecomunicações Brasileiras S/A...

Pagamento de pensão alimentícia retroage à data da citação

A pensão alimentícia requerida em ação de investigação de paternidade acumulada com alimentos retroage à data da citação e não àquela em...

Temas relacionados

Julgados

Direito Tributário

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade