Saque do FGTS pode ser permitido para casamento

Notícias - Direito do Trabalho - Quinta-feira, 28 de julho de 2005

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5647/05, do deputado Marcus Vicente (PTB-ES), que inclui o casamento na lista de situações nas quais é permitido ao trabalhador movimentar sua conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A lista já inclui outras 16 hipóteses de saque.

Marcus Vicente lembra que o FGTS é um patrimônio que pertence ao trabalhador, tendo sido instituído como uma poupança compulsória para atender a finalidades sociais. ´Embora ao longo dos anos as hipóteses de saque tenham sido ampliadas, houve uma retração quanto à possibilidade de movimentação da conta fundiária por motivo de casamento`, afirma o deputado.

A Lei 5107/66, revogada em 1989, permitia o saque do FGTS em caso de casamento pela trabalhadora, mas não previa o mesmo direito para o participante do sexo masculino. A legislação que atualmente regulamenta o fundo (Lei 8036/90) não inclui o matrimônio entre as hipóteses de saque, que são as seguintes:

- despedida sem justa causa;
- rescisão do contrato por extinção total da empresa, supressão de parte de suas atividades ou falecimento do empregador individual;
- aposentadoria concedida pela Previdência Social;
- morte do trabalhador, sendo o saldo pago a seus dependentes;
- pagamento de prestações habitacionais;
- liquidação ou amortização extraordinária do saldo devedor de financiamento imobiliário;
- pagamento total ou parcial na aquisição de casa própria;
- permanência do trabalhador por mais de três anos fora do regime do FGTS;
- extinção do contrato a termo;
- suspensão total de trabalho avulso por período igual ou superior a 90 dias;
- aplicação em cotas de fundos mútuos de privatização;
- quando o trabalhador ou qualquer de seus dependentes contrair neoplasia maligna (câncer);
- quando o trabalhador ou qualquer de seus dependentes for portador do vírus HIV;
- quando o trabalhador ou qualquer de seus dependentes estiver em estágio terminal em razão de doença grave;
- quando o trabalhador tiver idade igual ou superior a 70 anos; e
- por necessidade pessoal, cuja urgência e gravidade decorra de desastre natural.

O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Trabalho, Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Matérias relacionadas

Aposentadoria de portador de deficiência pode ser facilitada

O tempo de contribuição dos portadores de deficiência que desejem se aposentar poderá ser reduzido em dez anos nos casos de deficiência grave;...

Uso de letras grandes em bulas pode ser obrigatório

A leitura das bulas de remédios poderá ficar mais fácil, caso o Projeto de Lei 5504/05 seja aprovado pelo Congresso. A proposta, do senador Romeu...

SUS poderá oferecer montaria em cavalos a deficientes

A equoterapia – método terapêutico que utiliza montaria em cavalos – poderá passar a integrar as atividades do Sistema Único de Saúde (SUS)...

Empréstimos com desconto em folha podem acabar

Os empréstimos consignados em folha de pagamento de trabalhadores empregados sob o regime da CLT e de beneficiários do INSS podem chegar ao fim, se...

Advertências podem ser obrigatórias em sacolas de supermercados

As sacolas plásticas fornecidas em supermercados, farmácias, livrarias e outros estabelecimentos deverão conter rótulo que detalhe suas...

Fator previdenciário pode levar baixa renda em conta

O fator previdenciário, usado para o cálculo das aposentadorias regidas pelo Regime Geral de Previdência Social, poderá levar em conta diferentes...

Uso de algemas pela polícia pode ser disciplinado

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5494/05, do deputado Rubinelli (PT-SP), que modifica a Lei de Execução Penal (7210/84) para regulamentar o uso...

Projeto prevê quebra temporária de patente estrangeira

O governo federal poderá suspender temporariamente os direitos de propriedade industrial (patente) de determinada pessoa ou empresa de outro país...

Parte dos livros poderá ter versão obrigatória em braile

As editoras poderão ser obrigadas a reproduzir em braile ou em meio magnético pelo menos 5% de todas as obras publicadas, para que sejam...

Proprietário de imóvel tombado pode ser indenizado

O proprietário de imóvel que sofra desvalorização em conseqüência de tombamento poderá receber indenização, caso seja aprovado o Projeto de...

Temas relacionados

Notícias

Direito do Trabalho

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade