SUS poderá oferecer montaria em cavalos a deficientes

Notícias - Direito Médico - Quinta-feira, 28 de julho de 2005

A equoterapia – método terapêutico que utiliza montaria em cavalos – poderá passar a integrar as atividades do Sistema Único de Saúde (SUS) destinadas à reabilitação de portadores de deficiência.

É o que determina o Projeto de Lei 5499/05, da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), que modifica a lei de apoio às pessoas portadoras de deficiência (Lei 7853/89). O texto já foi aprovado pelo Senado e precisa da confirmação da Câmara para entrar em vigor.

O Conselho Federal de Medicina já reconhece a equoterapia como método eficaz não apenas pelo potencial clínico de reabilitação de movimentos, mas também por suas propriedades de reintegração social e psicológica.

É que a equitação reproduz movimentos corporais importantes a pessoas que precisam reaprendê-los. E ao lidar com os cavalos e professores, portadores de várias deficiências se beneficiam da descontração para melhorar o aprendizado.

Em agosto de 2006, será realizado em Brasília o 12º Congresso Mundial de Equoterapia.

O projeto tramita na Comissão de Seguridade Social e Família, onde tem como relatora a deputada Maninha (PT-DF). De lá, será encaminhado à Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. Caso seja aprovado, como tem caráter conclusivo, seguirá para a sanção presidencial.

Matérias relacionadas

Empréstimos com desconto em folha podem acabar

Os empréstimos consignados em folha de pagamento de trabalhadores empregados sob o regime da CLT e de beneficiários do INSS podem chegar ao fim, se...

Advertências podem ser obrigatórias em sacolas de supermercados

As sacolas plásticas fornecidas em supermercados, farmácias, livrarias e outros estabelecimentos deverão conter rótulo que detalhe suas...

Fator previdenciário pode levar baixa renda em conta

O fator previdenciário, usado para o cálculo das aposentadorias regidas pelo Regime Geral de Previdência Social, poderá levar em conta diferentes...

Uso de algemas pela polícia pode ser disciplinado

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5494/05, do deputado Rubinelli (PT-SP), que modifica a Lei de Execução Penal (7210/84) para regulamentar o uso...

Projeto prevê quebra temporária de patente estrangeira

O governo federal poderá suspender temporariamente os direitos de propriedade industrial (patente) de determinada pessoa ou empresa de outro país...

Parte dos livros poderá ter versão obrigatória em braile

As editoras poderão ser obrigadas a reproduzir em braile ou em meio magnético pelo menos 5% de todas as obras publicadas, para que sejam...

Proprietário de imóvel tombado pode ser indenizado

O proprietário de imóvel que sofra desvalorização em conseqüência de tombamento poderá receber indenização, caso seja aprovado o Projeto de...

Motorista profissional de baixa renda pode ter CNH grátis

A Câmara vai analisar o Projeto de Lei 5445/05, do deputado Givaldo Carimbão (PSB-AL), que determina a emissão gratuita da Carteira Nacional de...

Deslocamento para trabalho no campo pode ser remunerado

A Câmara analisa o Projeto de Lei 5444/05, do deputado Moacir Micheletto (PMDB-PR), que determina que o tempo de percurso do trabalhador rural entre...

Atividades de coleta de lixo podem ser regulamentadas

As profissões de coletor, catador e reciclador de lixo urbano poderão ser regulamentadas. A Câmara está analisando o Projeto de Lei 5649/05, do...

Temas relacionados

Notícias

Direito Médico

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade