TST decide sobre disputa de honorários entre advogados

Julgados - Advocacia - Terça-feira, 18 de outubro de 2005

O Tribunal Superior do Trabalho suspendeu ordem do juízo trabalhista de primeiro grau de liberação de honorários que são alvo de disputa entre advogados de João Pessoa e Campo Grande (MS). A Subseção de Dissídios Individuais 2 (SDI-2) do TST deu provimento ao recurso em mandado de segurança do advogado de Campo Grande para que o montante dos honorários permaneça bloqueado até decisão final do juízo civel onde ele ajuizou ação de cobrança.

Nessa ação, o advogado cobra verba que lhe seria devida em decorrência de contrato civil firmado com o extinto Sindicato Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, transformado em federação, para representar servidores do antigo Departamento Nacional de Estradas e Rodagem em ação trabalhista contra o DNER, correspondente a 10% do valor da condenação. De acordo com esse advogado, os servidores não poderiam passar esses honorários ao colega para quem transferiu, por meio de substabelecimento, os direitos para acompanhar as reclamações dos servidores do DNER em João Pessoa.

O juízo da 1ª Vara Cível de Campo Grande requereu ao juízo trabalhista que os honorários devidos por esses servidores do DNER, cerca de R$ 98 mil , fossem retidos até decisão final da disputa judicial, mas, por medida liminar, esses valores foram liberados para cada um deles.

Para o relator do recurso do advogado de Campo Grande, ministro Renato de Lacerda Paiva, não é recomendável a liberação desse montante até que haja uma decisão final em relação à disputa. “Cuida-se, na verdade, de autorizar ou não o levantamento de quantia reservada para garantir a execução de contrato civil de honorários celebrado entre o advogado e os seus clientes”, observou. Como não há consenso entre os próprios advogados acerca do percentual devido a cada um deles, a título de honorários, “evidencia-se a prudência no aguardo do julgamento final da demanda cível de execução do contrato de honorários”, disse.

Matérias relacionadas

Atuação em base territorial assegura estabilidade sindical

A Seção Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) do Tribunal Superior do Trabalho acolheu recurso de um dirigente sindical catarinense,...

Mulher tem direito a intervalo antes de trabalho extra

O dispositivo da legislação que prevê às mulheres o direito a intervalo de quinze minutos de descanso antes da prorrogação da jornada de...

Determinada indenização por apreensão de veículo em Minas Gerais

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou o município de Uberlândia ao pagamento de indenização a Natal Jesus de...

Fio metálico em refrigerante gera indenização

O juiz da 4ª Vara Cível, Jaubert Carneiro Jaques, condenou em Minas Gerais duas empresas, a fabricante e a distribuidora de uma bebida, a pagarem...

Contrato de título de capitalização anulado por falta de transparência

Uma empresa emissora de títulos de capitalização foi condenada a devolver, a um consumidor da cidade de Vazante, em Minas Gerais, o valor...

Empresa pública deve admitir candidato eliminado indevidamente

Um candidato aprovado em concurso público e eliminado imotivadamente em exame médico admissional teve seu direito assegurado de participar do...

Réu condenado por desviar dinheiro de correntistas pela Internet

Foi condenado a 8 anos e 6 meses de reclusão, pelos crimes de formação de quadrilha, estelionato e uso de documento falso, integrante de grupo que...

Pedido de indenização por impotência sexual deve ser instruído

A 5ª Câmara Cível do Tribuna de Justiça do Rio Grande do Sul desconstituiu a sentença de 1º Grau que havia julgado extinta ação de...

SBT condenado por induzir criança a atear fogo no irmão

O juiz Heleno Ribeiro Pereira Nunes, da 6ª Vara Cível do Rio de Janeiro, condenou o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) a pagar uma...

Demitido por ser homossexual é indenizado em R$ 15 mil

Ainda que a dispensa do trabalhador seja um direito subjetivo do empregador, a empresa não pode utilizar esse poder para praticar atos...

Temas relacionados

Julgados

Advocacia

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade