Cálculo de honorário advocatício pode ter mudança

Notícias - Advocacia - Quinta-feira, 20 de outubro de 2005

Os integrantes da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovaram o Projeto de Lei 4108/04, do deputado Maurício Rands (PT-PE), que modifica o Código de Processo Civil para aplicar à Fazenda Pública os mesmos critérios da norma geral de cálculo dos honorários advocatícios.

Pela legislação atual, nas causas que resultem em condenação da Fazenda Pública, nas de valor pequeno e nas de valor inestimável, o honorário é estipulado pelo juiz. Em todos os outros casos, sempre são aplicados percentuais entre 10% e 20% do valor da causa.

A proposta foi aprovada nos temos do substitutivo do relator, deputado Bosco Costa (PSDB-SE).

Matérias relacionadas

Destinação do lixo será discutida em audiência pública

A Comissão Especial sobre a Política Nacional de Resíduos promoverá audiência pública para debater a destinação do lixo e a regulamentação...

Desconstituída penhora sobre veículo adquirido de boa-fé por terceiro

Proprietário de automóvel Gol ano 96/97 teve apelação provida junto à 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul para ver...

Guarda compartilhada será agora fixada pelo juiz

A Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj) organizou o seminário Inovações quanto ao Poder Familiar - Guarda Compartilhada, onde...

Câmara aprova regras para julgamento antecipado no direito penal

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou alteração no Código Penal para determinar as condições em que será...

Etiquetas de preços podem voltar a ser obrigatórias nos produtos

O Projeto de Lei 5846/05, do deputado Celso Russomanno (PP-SP), revoga a Lei 10962/04, que autoriza os estabelecimentos comerciais a utilizar somente...

Emenda Constitucional destina parte da CPMF para brasileiros no exterior

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 464/05, em análise na Câmara, destina 1% da arrecadação da Contribuição Provisória Sobre...

Serão demitidos 127 por nepotismo apenas em um tribunal

Obrigado há quatro meses pelo juiz da Quinta Vara da Fazenda Pública, Edvaldo José Palmeira, a cumprir lei estadual que determina a cessão de 50%...

Medicamento para disfunção erétil tem propaganda suspensa

A Anvisa determinou a suspensão de qualquer propaganda, direcionada ao público leigo, do medicamento Vivanza (cloridrato de vardenafila), indicado...

Telefone fixo pode ter medidor de consumo

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática analisa projetos sobre pulso telefônico. Entre as outras propostas da pauta está...

Isenção de Imposto de Renda para pessoa física pode ser ampliada

A Comissão de Finanças e Tributação analisa o PL 5454/05, do deputado Vanderlei Assis (PP-SP), que prevê isenção do pagamento do Imposto de...

Temas relacionados

Notícias

Advocacia

Outras matérias

Todas as matérias organizadas por assunto


Central Jurídica

Todos os direitos reservados.

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização.

Política de Privacidade