Diciona

Uniformes de escolas públicas poderão ter patrocínio de empresas

Notícias - Diversos - Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2005

O Projeto de Lei 5675/05, que dá às empresas privadas a permissão de patrocinar a compra de uniformes para escolas públicas, foi aprovado pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio. Conforme o texto, do deputado Carlos Nader (PL-RJ), a contrapartida ao patrocínio será o direito de as empresas inscreverem suas marcas no vestuário escolar.

A proposta determina ainda que, para se tornar uma patrocinadora, a empresa deve comprometer-se a fazer doações, obras ou serviços para as escolas e também fornecer mobiliário ou material escolar. Todas as empresas, com exceção das que produzem bebidas alcoólicas e fumo, poderão participar do programa.

Para o relator do projeto, deputado Reinaldo Betão (PL-RJ), a medida proposta poderá poupar recursos aos cofres públicos, permitindo que o governo invista nas verdadeiras prioridades da educação pública. Betão entendeu que a oportunidade de ampliar o investimento em educação tem um alcance muito maior do que os retornos privados dele decorrentes.

Segundo o relator, a Associação Brasileira de Vestuário (Abravest) já se mostrou disposta a doar, em 2006, um milhão de conjuntos de uniformes para alunos matriculados em escolas do município de São Paulo, no valor de R$ 70 milhões. "Com os recursos economizados com a compra de uniformes, poderiam ser construídas 50 novas escolas por ano", estimou o relator.

O texto, que tramita em caráter conclusivo , segue para as comissões de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.






Todos os direitos reservados

Proibida a reprodução total ou parcial sem autorização

Política de Privacidade | Editorial | Contato